Geral

Número de casos de sarampo sobe para 633 em São Paulo

COMPARTILHE
102

O número de casos de sarampo confirmados no Estado de São Paulo subiu para 633, segundo novo balanço da Secretaria de Estado de Saúde divulgado nesta terça-feira, 30. O crescimento foi de 30% em relação ao último levantamento, divulgado no dia 19 deste mês. A capital concentra 76% dos registros e uma campanha de vacinação, com foco em jovens de 15 a 29 anos, está em andamento em 15 cidades. A meta é vacinar 4,4 milhões de jovens até 16 de agosto.

Witzel pede 'rigorosa apuração' da causa da morte de bombeiros

Três bombeiros morreram quando combatiam um incêndio na uisqueria Quatro por Quatro, no centro...

Vídeo mostra operários martelando colunas pouco antes de prédio desabar

Vídeo do circuito de câmeras de segurança do Edifício Andréa, em Fortaleza, mostra operários...

Procuradoria pede a Salles detalhes de plano contra óleo no litoral

A Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural do Ministério Público Federal (4CCR) enviou,...

De acordo com a secretaria, a capital registrou 484 casos da doença, que é altamente contagiosa e pode levar à morte. Os outros municípios com mais registros são Santos (22), Santo André (19), Guarulhos e Fernandópolis, ambos com 18 casos confirmados.

Desde 10 de junho, uma campanha de vacinação está em andamento e tem como público-alvo os jovens de 15 a 29 anos, faixa que é considerada a mais vulnerável a infecções por causa da menor procura pela segunda dose da vacina. Desde 10 de junho, 799,9 mil pessoas desse público foram vacinadas, segundo a pasta.

Continua depois da publicidade

Na capital, além dos jovens, crianças entre 6 meses e 1 ano devem ser imunizadas contra a doença. A medida foi adotada após registros de casos nessa faixa etária.

Vacinação

O sarampo pode ser evitado com a vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Ela integra o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e é aplicada aos 12 meses, com reforço aos 15 meses com a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela).

Até os 29 anos, a recomendação é tomar duas doses do imunizante. Entre 30 e 59 anos, a pessoa deve ser vacinada uma vez. Para quem não sabe se já tomou o número adequado de doses da vacina, a orientação é se vacinar.

Quem já teve sarampo não precisa se vacinar, pois já possui os anticorpos para que a doença seja evitada. Clique aqui para saber mais sobre quem deve tomar a vacina.

Calendário de vacinação

Criança com 1 ano: deve tomar a 1ª dose regular (se tiver vacinado em bloqueio ou campanha deve observar intervalo de um mês);

Criança de 15 meses: deve tomar a 2ª dose regular;

Criança de 1 a 4 anos atualizar a caderneta de vacinação;

População de 1 ano a 14 anos deve ter tomado duas doses de vacina;

Adulto de 30 a 59 anos: deve ter tomado uma dose.

Veja onde se vacinar na Grande São Paulo:

Guarulhos

Osasco

Santo André

São Bernardo do Campo

São Caetano do Sul

São Paulo

Paula Felix
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade