Geral

Fabricante anuncia recall mundial de implantes de silicone

COMPARTILHE
304
Advertisement
Advertisement

A fabricante de implantes de silicone Allergan anunciou um recall mundial nesta quarta-feira, 24, diante do alerta de que seus produtos podem elevar o risco de câncer. O alerta foi feito pela Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora dos Estados Unidos, que disse ter informações sobre a ligação do produto com a maioria dos casos de um tipo raro de linfoma.

MPs, partidos e ONGs entram com ações contra Ministério do Meio Ambiente

A Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente (Abrampa), os partidos...

Patroa fazia as unhas quando Miguel caiu do 9º andar e morreu, diz tia do menino

Segundo Lourdes Cristina, tia do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos,...

Governo nomeia novo secretário de Vigilância do Ministério da Saúde

O governo federal nomeou o farmacêutico Arnaldo Correia de Medeiros para exercer o cargo...

Em comunicado divulgado também no Brasil, a Allergan disse que o recolhimento compreenderá os seguintes produtos: Natrelle Expansor Tissular, Natrelle Implante Mamário Texturizado e o Natrelle Implante Mamário Duplo Lúmen. A empresa diz que está tomando a providência como precaução “após a notificação de informações de segurança recentemente atualizadas sobre a incidência incomum de linfoma anaplásico de grandes células associado ao implante de mama (BIA-ALCL) fornecido pela FDA”.

Os implantes mamários e os expansores de tecido texturizados preenchidos com solução salina e silicone Biocell não serão mais distribuídos ou vendidos em nenhum mercado onde estão atualmente disponíveis, acrescentou a empresa. “A partir de agora, cirurgiões não devem mais utilizar as próteses e expansores de tecido mencionados e todos os produtos em estoque devem ser devolvidos à Allergan. A Allergan fornecerá todas as informações e orientação aos clientes sobre como devolver produtos não utilizados”, declarou em nota pública.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A FDA não está recomendando a remoção dos implantes porque o câncer é raro, mas ponderou que um acompanhamento médico é indicado em caso de apresentação de sintomas, como dor e inchaço. As autoridades de saúde começaram a ligar os implantes ao câncer em 2011. A doença não é um tipo de câncer de mama, mas um linfoma que cresce na cicatriz nos seios. Há um crescimento lento e que usualmente pode ser tratado por meio da remoção cirúrgica dos implantes.

A agência disse que mais de 80% dos 570 casos confirmados de linfoma no mundo têm conexão com os implantes da Allergan. A decisão foi tomada após a FDA receber 116 notificações de câncer. Esses casos fizeram disparar o número de mortes, de 9 para 33; ao menos 12 delas dizem respeito a mulheres com implantes Allergan.

A empresa disse que a segurança do paciente é a sua prioridade. “Aconselhamos os pacientes a falarem com seus médicos sobre os riscos e benefícios do seu tipo de implante, caso tenham alguma preocupação.” A Allergan disse que está à disposição para esclarecer dúvidas de pacientes e médicos pelo telefone 0800 14 4077, de segunda a sexta, das 8h às 17h. (Com agências internacionais)

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.