Economia

Plenário analisa destaque que reduz idade de professores na transição

COMPARTILHE
9

O plenário da Câmara começou a analisar o destaque nº 43, do PDT, que reduz de 57 para 55 anos a idade mínima das professoras na regra de transição cujo pedágio é de 100% do tempo que ainda falta de trabalho. A proposta vale tanto para as professoras do ensino público como para o ensino privado.

Banco Inter fará oferta primária de units que pode girar até R$ 1,27 bi

O Banco Inter anuncia oferta pública de distribuição primária, com esforços restritos de colocação,...

Mercosul negocia acordo para automóveis

Os países do Mercosul trabalham para chegar a um entendimento para o livre-comércio de...

Maior corte virá de fim de benefício

Dentro da economia de R$ 914,3 bilhões projetada pelo governo com a reforma da...

De acordo com o texto-base da reforma da Previdência aprovado esta semana, passará a vigorar – tanto para os professores públicos como para os privados – idade mínima de 57 anos para mulheres e 60 anos para os homens, com 25 anos de contribuição para ambos.

O plenário analisará os outros cinco destaques de bancada que ainda restam, um de cada vez. O texto-base da reforma da Previdência foi aprovado na quarta-feira (10), por 379 votos a 131 no plenário.

Continua depois da publicidade

Eduardo Rodrigues e Mariana Haubert
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade