Aqui nos bairros

Projeto muda o visual em locais onde havia lixo e entulho no Zumbi

COMPARTILHE
60

Levar vida a um local que antigamente era repleto de lixos, entulhos e até animais mortos foi a ideia inicial do projeto “Cidade Mais Cor”. E o primeiro local onde a ação foi desenvolvida foi na rua Ecoporanga, no bairro Zumbi.

Feira Livre no Nova Brasília para ampliar a renda da agricultura familiar

Há 40 anos funcionando na praça do Ginásio de Esportes “Nelo Borelli”, no bairro...

Guarda Municipal leva projetos para maior segurança da microrregião

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Cachoeiro de Itapemirim realiza um trabalho preventivo em...

Investimentos na educação têm sido prioridade nas regiões do Zumbi, Otton Marins e Nova Brasília

Atenta às demandas e importância em oferecer uma educação de qualidade, a Secretaria de...

O local, que antes era considerado um ponto viciado de lixo, recebeu uma ação da Secretaria de Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR), que levantou um muro na via há cerca de dois meses, e na última semana foi todo pintado. O projeto depende de parcerias: enquanto a prefeitura fornece a mão de obra, parceiros da iniciativa privada doam os materiais e a comunidade é responsável pela manutenção e cuidados com o local.

O projeto piloto iniciado no bairro Zumbi deve se estender para o viaduto que liga os bairros Nova Brasília, Santo Antônio, Otton Marins e Basílio Pimenta, na linha vermelha. Segundo a SEMSUR esses são pontos considerados críticos, onde era facilmente encontrados dependente químicos e viciados em álcool. A finalidade é tentar melhorar o local onde as pessoas trafegam, principalmente nos horário de pico.

Continua depois da publicidade

O projeto deve também ser ampliado e contemplar residências. A ideia é levar a arte com a pintura e reboco das casas do entorno do muro na rua Ecoporanga, com o objetivo de que o espaço se torne um lugar agradável e cultural.

O local, que também se tornará uma praça, receberá na próxima etapa um jardim suspenso. Para vigiar o local, os moradores atuarão como “guardiões” do muro, para que, mesmo com a pintura o local, o espaço não continue sendo utilizado para descarte de entulho e lixo.

A Prefeitura destaca que é importante a participação da comunidade com os cuidados no local e que colabore não jogando mais lixos e entulhos no muro, nas ruas, calçadas e terrenos baldios.

Publicidade