Segurança

Policiais civis de Domingos Martins prendem suspeitos de matar idoso

COMPARTILHE
373

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Domingos Martins prendeu três suspeitos de terem participado de um homicídio. A vítima, Itamar Schreider, de 37 anos, teria sido torturada e morta com disparos de arma de fogo. S.B.S., de 71 anos, foi preso no bairro Campo Grande, em Cariacica. V.B., de 23 anos, e V.F.C., de 52 anos, foram presos em Melgaço, Domingos Martins. A ação contou com o apoio da DP de Marechal Floriano e da Delegacia Especializada de Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica. As prisões ocorreram nessa quinta-feira (13).

Rio de Janeiro registra queda de 34% em latrocínios

Dados  do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro apontam que houve...

PM e PC prendem bandido da moto vermelha que aterrorizava moradores de Castelo

Uma operação integrada entre a Polícia Militar e a Polícia Civil nesta segunda-feira (22)...

Mãe e filha ficam feridas em atropelamento na Linha Vermelha em Cachoeiro

Uma mulher e uma criança ficaram feridas na manhã desta segunda-feira (22) após serem...

Segundo o titular da DP, delegado Geraldo Peçanha, a vítima ficou desaparecida por dois dias. “O corpo de Itamar foi encontrado no dia 25 de novembro de 2018, em uma estrada que dá acesso a BR 262, na divisa com o município de Viana. De acordo com o laudo da perícia, foi constatado que a vítima teria sido amarrada com fios de energia e executada no local. O autor seria o detido de 71 anos, que contou com a participação dos dois suspeitos. A motivação teria sido vingança, pelo fato da vítima ter cometido alguns furtos na propriedade do investigado, que é comerciante em Cariacica”, contou.

O delegado afirmou que foi comprovada a participação dos três suspeitos no crime. “Em depoimento, eles negaram as acusações, mas temos provas consistentes que comprovam a autoria. Os policiais apreenderam um revólver com munições na residência do autor e duas espingardas na residência dos dois suspeitos em Melgaço”, relatou Geraldo Peçanha.

Continua depois da publicidade

Em outra operação, os policiais também prenderam W.B., de 44 anos, pai de V.B. Ele foi detido pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, mas foi liberado mediante pagamento de fiança.

S.B.S., V.B. e V.P.C. foram indiciados por homicídio, e S.B.S. também foi autuado por porte de arma. Todos foram encaminhados para o Centro de Triagem de Viana (CTV).

Publicidade