Segurança

PM divulga nota sobre caso envolvendo vereador de Cachoeiro

COMPARTILHE
2099

A Polícia Militar divulgou uma nota referente ao atendimento da ocorrência em que o vereador Braz Zagotto (SD) teve sua casa invadida por bandidos, na madrugada dessa sexta-feira (21), no bairro Vila Rica, em Cachoeiro de Itapemirim. Ele chegou a ter uma arma apontada para sua cabela.  

Homem é preso após ameaçar ex-mulher com arma em Itapemirim

Um homem de 33 anos foi preso pela Polícia Militar na noite desta quarta-feira...

Bandidos arrombam pousada em Pedra Menina, em Dores do Rio Preto, e deixam prejuízos 

Uma pousada, que fica em Pedra Menina, distrito de Dores do Rio Preto, região...

Criminoso de alta periculosidade é preso pela PC; suspeito comandava tráfico no bairro Village da Luz em Cachoeiro

Um dos foragidos mais procurados do Sul do Estado foi preso na manhã desta...

Na nota, a PM detalha como foi o atendimento e que vai apurar o caso. No texto também salienta que a forma como ocorreu o atendimento será analisada, visando constatar se houve algum problema. Segue a nota na íntegra:

“Com relação às notícias que estão sendo veiculadas por meios de comunicação em geral sobre roubo a residência do Vereador Braz Zagotto, em Cachoeiro de Itapemirim/ES, ocorrida na madrugada do dia 21/06/2019, a Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), através do Centro de Operações da PM na região, lamenta o ocorrido e informa o seguinte:
*A própria vítima fez contato pelo telefone de emergência 190 com a PMES através de uma linha móvel as 02h07min de 21/06;
* O atendimento da ligação 190 foi realizado em Cachoeiro de Itapemirim e não em Vitória, tendo a vítima permanecido em contato com o atendimento por cerca de 6min;
* Enquanto era atendido e colhida mais informações era emitido um sinal de alerta para a PM;
* Pelas informações da própria vítima, o assalto já havia ocorrido e o meliante se evadido do local;
* A partir de então um policial militar repassou pelo rádio as características do meliante as viaturas que iniciaram um patrulhamento e cerco na tentativa de localizar o assaltante em fuga;
*Após isso o mesmo policial militar do Centro de Operações entrou em contato novamente com a vítima para pegar mais detalhes do material roubado, caso fosse abordado algum suspeito com material similar nas imediacoes, bem como orientado o mesmo a comparecer a delegacia no dia seguinte para maiores esclarecimentos a Autoridade Policial que fará a investigação do caso.
* Até o momento existem informações contraditórias quanto ao suspeito estar efetivamente armado e a forma como o mesmo acessou a residência da vitima;
* Mesmo diante dessas informações, o Chefe do Centro de Operações da PM na região vai apurar o caso e a forma de atendimento, para verificar se ocorreu algum outro problema.

Continua depois da publicidade

Colocamo-nos a inteira disposição da vitima e da população para maiores esclarecimentos.”, diz o texto.

Publicidade