Espírito Santo

Morre aos 74 anos a primeira desembargadora do Tribunal de Justiça do Espírito Santo

COMPARTILHE
Arquivo TJES
650

Morreu nesta quinta-feira (13), a primeira mulher desembargadora do Espírito Santo. Catharina Maria Novaes Barcellos tinha 74 anos e estava internada em um hospital de São Paulo. A causa da morte não foi informada.

Cresce participação de empresas do setor de rochas em programa de competitividade no ES

O presidente do Sindirochas, Tales Machado, acompanhado do executivo Celmo de Freitas e do...

Oportunidade: hospital do ES abre mais de 30 vagas de emprego; confira!

A semana começa com 32 oportunidades de emprego no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos...

Nova espécie de anfíbio é descoberta no Sul do Espírito Santo

Pesquisadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), sob a coordenação da...

Catharina Barcellos foi nomeada desembargadora em 2005 e exerceu as funções de vice-corregedora geral de Justiça nos biênios 2010 a 2011 e 2012 e 2013. Em 2014 ela se aposentou no cargo de vice-presidente do Tribunal de Justiça.

O corpo da desembargadora será trazido de São Paulo para o Espírito Santo, onde será cremado no cemitério de Ponta da Fruta, em Vila Velha, nesta sexta-feira (14), às 9 horas.

Continua depois da publicidade

Governador lamentou

“Com profundo pesar que recebo a notícia do falecimento de Catharina Maria Novaes Barcellos, primeira desembargadora do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, ocorrido na tarde desta quinta-feira (13). Sua dedicação ao Direito e o engajamento nas causas sociais fazem parte de seu legado. Sua defesa pela igualdade de gênero e maior participação da mulher no Judiciário – onde se dedicou por mais de três décadas – servem de inspiração. À família e aos amigos, deixo registrada minhas condolências”, disse oi governador Renato Casagrande.

Publicidade