Cidades

Extensão do Pronto Atendimento Infantil de Cachoeiro começa a funcionar nesta quarta

COMPARTILHE
Divulgação PMCI
514

O atendimento médico de urgência e emergência para crianças vai ganhar reforço em Cachoeiro. Nesta quarta-feira (12), será aberta, no prédio do futuro hospital materno infantil do Aquidaban, uma extensão do Pronto Atendimento Infantil (PAI), serviço contratado pela prefeitura e prestado pelo Hospital Materno Infantil Francisco de Assis (Hifa).

Vem aí mais uma edição do concurso de redação da Rádio Fama de Alegre

Com a finalidade de incentivar a escrita de alunos do 3º ao 5º ano...

Assista o programa 'Top Show' deste sábado (14) pelo AQUINOTICIAS.COM

O programa Top Show, apresentado por Parraro Scherrer, deste sábado (14), está no ar...

Parte do incêndio no Parque Nacional do Caparaó já está controlado, afirma Bombeiros

Um helicóptero da Polícia Militar Minas Gerais, auxilia na manhã deste sábado (14), o...

A unidade funcionará das 7h às 19h, todos os dias, e será referência para quem mora do lado esquerdo do rio Itapemirim, em bairros como Village da Luz, Novo Parque, Nossa Senhora da Penha e o próprio Aquidaban.

A solenidade de inauguração, nesta quarta, será às 11h e contará com a presença do prefeito Victor Coelho, da secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho, e de representantes do Hifa. O atendimento ao público terá início às 7h.

Continua depois da publicidade

A extensão tem capacidade para atender entre 40 a 50 crianças por dia. Vinte e cinco funcionários e dois médicos vão garantir a assistência a crianças de 0 a 12 anos, em casos que demandem atendimento imediato, pela gravidade da situação.

Segundo o superintendente do Hifa, Jailton Pedroso, a medida foi necessária como estratégia para reduzir filas e tempo de espera no Pronto Atendimento Infantil (PAI), no bairro Sumaré, que tem capacidade para atender entre 120 e 140 crianças por dia e, no entanto, nos últimos meses, chegou a registrar número superior a 250 pacientes.

De acordo com o Hifa, esse aumento da procura pelo serviço resultou do crescimento de casos de infecções virais, dengue e doenças respiratórias.

“Esse é mais um importante investimento que estamos fazendo para ampliar e melhorar os serviços do PAI. Desde o fim de 2017, a unidade do Sumaré passou a funcionar 24 horas. Agora, diante desse quadro, que nos exige uma ação urgente, fizemos um novo aporte, para garantir a extensão do serviço, em benefício das nossas crianças”, salienta o prefeito Victor Coelho.

De acordo com a secretária de Saúde de Cachoeiro, Luciara Botelho, a princípio, a extensão do PAI vai funcionar por três meses. “Nesse período, vamos acompanhar a evolução dos atendimentos e avaliar, junto ao Hifa, se será necessário e viável prolongar o funcionamento desse serviço complementar”, frisa.

A secretária também ressalta que é fundamental para o bom funcionamento do serviço que ele seja utilizado apenas quando o caso for realmente grave, quando não pode haver espera. “Os demais casos devem ser tratados nas unidades básicas de saúde dos bairros, pelas equipes da Estratégia Saúde da Família, e pelos pediatras da Policlínica Bolívar de Abreu, que agora faz agendamento on-line para as consultas dessa especialidade”, lembra.

Depois das 19h, a orientação é que os pais da região contemplada pela extensão do PAI busquem atendimento na unidade do bairro Sumaré.

Quando procurar o Pronto Atendimento Infantil (PAI):

Casos de emergência (situação crítica e atendimento imediato) – Ex.: hemorragia, parada cardiorrespiratória, crise convulsiva.

Casos de urgência (atendimento em curto prazo) – Ex.: luxação, torção, fratura grave e dengue.

Publicidade