Política Regional

Deputada Iriny quer título de Cidadão Espírito-Santense para Jean Wyllys e fundador do MST

COMPARTILHE
648

A deputada Iriny Lopes (PT) criticou da tribuna, na sessão de terça-feira (11), a postura de alguns colegas parlamentares por pedirem a análise, em plenário, de projetos de decreto legislativo (PDLs) de autoria da petista que concedem título de Cidadania Espírito-Santense para o ex-deputado federal Jean Wyllys e a um dos fundadores do Movimento sem Terra (MST) João Pedro Estédile.

Prefeito Piassi está oficialmente afastado do cargo e Castelo terá novas eleições

Foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (22), a decisão do Tribunal Superior Eleitoral...

Projeto que propõe CPF como documento único para atendimento no serviço público avança na Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) aprovou ontem o projeto...

Em menos de 24 horas de afastamento, prefeito de Itapemirim reassume o cargo por meio de liminar

Menos de 24 depois de ter sido afastado do cargo de prefeito de Itapemirim,...

“Pelo respeito real que tenho ao direito de cada um indicar aquilo que pensa, é que eu defendo, inclusive, que essas pessoas possam manter as suas indicações como eu manterei as minhas, até o final, porque estou falando de duas pessoas honestas, decentes e com serviços prestados”, defendeu Iriny em referência a Wyllys e Estédile.

Foto: Tati Beling

A análise prévia sobre projetos que concedem títulos de cidadania normalmente é feita pelas comissões, e não pelo Plenário, mas um requerimento encabeçado pelo deputado Euclério Sampaio (sem partido) e lido nesta terça-feira pede que o Plenário decida se os títulos serão concedidos ou não. O requerimento foi deferido pela Mesa Diretora também na sessão desta terça (11) e seguiu para a análise da Comissão de Justiça.

Continua depois da publicidade

A questão levantou debate. Sergio Majeski (PSB) se disse surpreso com a reação dos parlamentares ao pedido de Iriny para concessão do título de cidadania a Jean Willys e João Pedro Estédile. Destacou que a indicação dos nomes segue critérios particulares de cada parlamentar, apesar de a regra definir que seja concedido a pessoas com relevantes serviços prestados ao Espírito Santo.

O socialista também avaliou que existem assuntos mais importantes a serem debatidos no Parlamento em favor da sociedade, como as emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O requerimento 207/2019 assinado por oito deputados pede que os PDLs 35 e 36/2019, de Iriny Lopes, sejam apreciados, conclusivamente, pelo Plenário. Além de Euclério, assinam o documento Carlos Von (Avante), Capitão Assumção (PSL), Vandinho Leite (PSDB), Delegado Lorenzo Pazolini (sem partido), Delegado Danilo Bahiense (PSL), Pastor Marcos Mansur (PSDB) e Torino Marques (PSL).

Publicidade