Política Regional

Câmara de Itapemirim define hoje membros de nova CPI contra Thiago Peçanha

COMPARTILHE
660

Está na pauta de hoje da Câmara de Itapemirim, conforme prevê o Projeto de Resolução 02/2019, a nomeação dos membros para compor a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o prefeito Thiago Peçanha (PSDB), para apurar possíveis atos ilícitos no contrato para construção do Terminal Pesqueiro de Itaipava.

Após denúncias de direcionamento de verba para empresas, Assembleia Legislativa quer ouvir prefeito de Itapemirim

A Comissão de Cidadania da Assembleia Legislativa deve convidar o prefeito Thiago Peçanha para...

TCE vai realizar encontro de capacitação para prefeitos, secretários e vereadores em Alegre

O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE) vai iniciar na próxima segunda-feira, dia...

Kennedy: TCE rejeita recurso e determina que Reginaldo Quinta devolva R$ 293 mil aos cofres públicos

O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE) rejeitou recurso do ex-prefeito de Presidente...

O projeto que cria a CPI foi protocolada na Câmara no mês passado e recebeu a assinatura dos vereadores Rogério da Silva Rocha (PC do B), João Bechara Netto (PV), Leonardo Fraga Arantes (DEM), Fábio dos Santos Pereira (PSL), Joceir Cabral de Melo (PP) e Mariel Delfino Amaro (PC do B).

De acordo com o vereador Leonardo Fraga, a nova CPI foi motivada por conta dos aditivos no contrato com a Construtora JRN LTDA. O orçamento inicial era de R$ 40 milhões, hoje estaria R$ 69 milhões e até a conclusão da obra poderia chegar a quase R$ 100 milhões.

Continua depois da publicidade

Em consulta ao Portal da Transparência da Prefeitura, a reportagem do AQUINOTICIAS.COM encontrou apenas 13 reajustes (aditivos) no contrato 129/2016, da Construtora JRN, somando quase R$ 6 milhões a mais nas obras.

O documento da abertura da CPI diz que se comprovada a prática de atos ilícitos do prefeito Thiago Peçanha que poderá ter o mandato cassado e receber ainda a pena de inabilitação para o exercício da função pública por oito anos.

A reportagem fez contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura, mas até o fechamento desta edição não obteve um posicionamento sobre o assunto.

A comissão

A Comissão Parlamentar de Inquérito será formada por três vereadores que serão escolhidos por meio de sorteio. A CPI deverá ter seus trabalhos concluídos em 60 dias.

Terminal

O terminal terá capacidade para atender cerca de 400 embarcações locais, mais o fluxo de embarcações das cidades vizinhas.

A obra do Terminal Pesqueiro de Itaipava, compreende área total de 7.850 m². A previsão é que a estrutura seja entregue até dezembro deste.

CPI da saúde

No mês passado o vereadores criaram uma CPI para apurar irregularidades no Consórcio Intermunicipal de Saúde CIM/Expandia Sul. O prefeito chegou a ser afastado do cargo pela Comissão, mas conseguiu reverter a decisão na Justiça, por meio de liminar.

Publicidade