Política Regional

Após afastamento, Justiça determina que prefeito de Brejetuba retorne ao cargo

COMPARTILHE
590

O prefeito de Brejetuba, João do Carmo Dias (PV), mais conhecido como João Lourenço, afastado do Executivo após uma CPI instaurada pela Câmara Municipal nas últimas duas semanas, teve na Justiça o direito de retornar ao cargo.

TCE vai realizar encontro de capacitação para prefeitos, secretários e vereadores em Alegre

O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE) vai iniciar na próxima segunda-feira, dia...

Kennedy: TCE rejeita recurso e determina que Reginaldo Quinta devolva R$ 293 mil aos cofres públicos

O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE) rejeitou recurso do ex-prefeito de Presidente...

Pela hora da morte: Prefeitura de Marataízes lança edital para comprar 705 caixões

A Prefeitura de Marataízes lançou edital para aquisição de até R$ 500 mil em...

Por cinco votos a quatro, Lourenço foi afastado por 180 dias do cargo, mas nesta sexta-feira (31), o juiz José Borges Teixeira Júnior concedeu por meio de uma liminar, em decisão provisória, que o prefeito volte a administrar o município.

O chefe do Executivo é suspeito de praticar uma série de irregularidades.

Continua depois da publicidade

Entre elas está a prisão de Lourenço, há um ano, após uma confusão em um ponto de manifestação de caminhoneiros na BR-262. Ele foi preso em flagrante por ter atirado em direção a um ônibus que furou um bloqueio na rodovia.

Segundo a Polícia Militar, na ocasião outro crime foi praticado. O prefeito estaria embriagado ao volante.

Publicidade