Economia

Maia diz que Estados e municípios podem voltar à reforma no plenário

COMPARTILHE
14

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou considerar mais plausível que Estados e municípios possam ser reincluídos na reforma da Previdência quando a proposta for votada no plenário da Casa do que na comissão especial que analisa a matéria.

GSI acompanha negociações salariais da Petrobras e outras estatais

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência (GSI) acompanha de perto as negociações salariais...

Caixa soma 12 milhões de transações no 1º sábado de abertura por causa do FGTS

A Caixa Econômica Federal registrou cerca de 12 milhões de transações no primeiro sábado...

Ataque à Aramco pode afetar cerca de 5% da produção mundial de petróleo bruto

O ataque a unidades da petroleira da Saudi Aramco, na Arábia Saudita, representa uma...

O relator da proposta, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), afirmou que deve retirar os entes federados do seu parecer porque ainda não há o apoio suficiente de parlamentares, o que poderia colocar em risco toda a proposta. Maia cobra que os governadores convençam os deputados de suas bases aliadas.

Segundo explicou o presidente, se houver um apoio efetivo dos governadores à reforma, inclusive os de oposição, com a garantia de votos, um destaque prevendo a inclusão de Estados e municípios nas mudanças das regras de aposentadoria tem chances de ser aprovado pelo plenário até mesmo com mais de 400 votos dos 513 deputados.

Continua depois da publicidade

Maia destacou que os debates em torno da reforma acontecerão na próxima semana na comissão especial, que deve votá-la no dia 27 de junho.

Questionado sobre quando a proposta poderá ser aprovada tanto pela Câmara quanto pelo Senado, o presidente brincou: “Se eu tivesse capacidade de responder, jogaria na mega-sena”.

Mariana Haubert, Camila Turtelli, Idiana Tomazelli
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade