Esporte Nacional

Esquema de segurança da Copa América terá drones e será maior que a do Mundial

COMPARTILHE
15

O Governo do Estado de São Paulo promete um esquema de segurança para a Copa América maior do que o utilizado no Mundial de 2014, também realizado no Brasil. Para a partida de abertura do torneio, nesta sexta-feira, entre Brasil e Bolívia, no Morumbi, por exemplo, foram destacados 3.016 agentes de segurança e 754 viaturas.

Após críticas ao gramado, Arena do Grêmio culpa clima e excesso de jogos

Após as críticas de Lionel Messi e Luis Suárez ao gramado da Arena do...

Com dois gols de pênalti, EUA batem Espanha e pegam a França no Mundial Feminino

Uma das grandes favoritas ao título, a seleção dos Estados Unidos sofreu contra a...

Com samba e pagode, Rafinha é recebido pela torcida do Flamengo na chegada ao Rio

Com samba e pagode, o lateral-direito Rafinha chegou ao Rio de Janeiro para se...

“Mesmo na Copa do Mundo não foi utilizado um esquema tão complexo, inclusive com o uso de drones”, disse o governador João Doria durante evento no Palácio dos Bandeirantes, nesta quarta-feira.

Muito do esquema reforçado de segurança do jogo de abertura da Copa América será por causa da presença do presidente Jair Bolsonaro, que estará nas tribunas do Morumbi acompanhando a partida ao lado de autoridades da Conmebol. Doria avisou que estará em viagem ao Rio de Janeiro e, por isso, não vai ao estádio.

Continua depois da publicidade

Câmeras serão instaladas nas catracas de entrada dos estádios. Torcedores com histórico de brigas ou procurados pela Justiça serão identificados através do sistema de reconhecimento facial e impedidos de assistir aos jogos.

O Governo do Estado também acredita que a greve geral convocada por movimentos sindicais para a sexta-feira não deve afetar o deslocamento de torcedores para a região do Morumbi. A estação São Paulo-Morumbi, da Linha 4 do Metrô, que fica próxima ao estádio, terá o efetivo de seguranças quadruplicado. Também ficou definido que o horário de circulação dos trens será ampliado para até 1h da madrugada de sábado.

“A nossa expectativa é que não haja greve por parte dos metroviários e ferroviários. Uma decisão da Justiça definiu que esse é um movimento abusivo. A decisão determina que o transporte público funcione 100% em todo o seu horário. Pedimos multa diária no valor de R$ 500 mil, mas a Justiça dobrou para R$ 1 milhão”, afirmou Alexandre Baldy, secretário estadual de Transportes Metropolitanos.

A Copa América terá 26 jogos em seis estádios de cinco capitais entre 14 de junho e 7 de julho. São Paulo vai receber seis partidas, três no Morumbi e três na Arena Corinthians.

Raphael Ramos
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade