Internacional

Não faremos acordo comercial com a China, a menos que seja "grande", diz Trump

COMPARTILHE
6

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que a China “deseja muito” fechar um acordo comercial, mas disse que ele tem segurado a conclusão desse pacto. Em entrevista a jornalistas na Casa Branca antes de viajar para discurso em Iowa, Trump comentou nesta terça-feira que deve se reunir com o presidente chinês, Xi Jinping, durante a reunião do G-20.

Pompeo atribui ao Irã ataque a petroleira saudita

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, atribuiu ao Irã o ataque contra instalações...

Oposição e manifestantes pró-Pequim se enfrentam em ato em Hong Kong

Membros de grupos pró-democracia se enfrentaram nas ruas de Hong Kong com defensores do...

Ex-premiê David Cameron faz mea culpa e lamenta consequências do Brexit

Primeiro-ministro do Reino Unido em 2016, quando houve o plebiscito para o Brexit, David...

Trump voltou a dizer que sua relação com Xi é muito boa, mas que cada um defende os interesses de seu país. Segundo o presidente americano, Pequim recuou de pontos já decididos sobre um acordo bilateral, o que fez os EUA recuarem e recorrerem a mais tarifas.

Ele ainda defendeu sua estratégia de impor tarifas sobre produtos da China. Segundo Trump, empresas têm deixado o território chinês por causa disso e buscado outras alternativas, inclusive os EUA.

Continua depois da publicidade

Trump foi também questionado sobre a situação humanitária na Venezuela. Ele disse que avalia a possibilidade de conceder asilo temporário a venezuelanos que têm fugido da crise, mas não decidiu sobre o assunto.

Gabriel Bueno da Costa
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade