Grande Vitória

Sistema Transcol inicia processo para implantação de bilhete único no próximo sábado

COMPARTILHE
Foto: Hélio Filho/Secom
90

A partir do próximo sábado (11), o Sistema Transcol vai iniciar o processo de migração do atual sistema de bilhetagem eletrônica para um novo, o que vai permitir a implantação do Bilhete Único Metropolitano. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (6) pelo governador Renato Casagrande, durante coletiva de imprensa no Palácio Anchieta, em Vitória. A medida abre um leque de novos serviços para maior comodidade e segurança para a população que utiliza o sistema.

Movimento no aeroporto de Vitória tem 12% de aumento no período de férias

Com as férias de julho, deve aumentar a movimentação no Aeroporto de Vitória/Eurico de Aguiar...

De acordo com Casagrande, a integração deve ocorrer inicialmente entre o Transcol e o sistema de ônibus de Vitória. Em Vila Velha, uma integração está em fase de estudos. “O bilhete seguirá o mesmo, mas teremos que trocar o validador para que possamos usar também em outros sistemas e outros modais no futuro, como no Aquaviário que será implementado neste Governo. Essa ação é mais uma que realizamos no sentido de melhorar o serviço para quem utiliza o transporte coletivo”, explicou.

O governador adiantou que o sinal de internet sem fio (wi-fi) começará a ser oferecido em coletivos ainda este mês. Em junho, vão começar a circular os ônibus com ar-condicionado. “É um conjunto de melhorias para incentivar cada vez mais a utilização do transporte coletivo e queremos que esse serviço tenha qualidade”, afirmou Casagrande.

Continua depois da publicidade

O secretário de Estado dos Transportes e Obras Públicas, Fábio Damasceno, reforçou que o Governo trabalha desde o início do ano para recuperar e melhorar as condições do Sistema Transcol:

“Assinamos o reequilíbrio financeiro do contrato e fizemos o reajuste para que as empresas pudessem retomar os investimentos. Anunciamos ainda a renovação de frota, incluindo a aquisição de veículos com ar-condicionado e a implantação do sinal de wi-fi, que já está sendo testado. A atualização da tecnologia utilizada na bilhetagem eletrônica é uma importante etapa deste processo, já que vai permitir a implantação do Bilhete Único Metropolitano”, detalhou Damasceno.

Como vai funcionar

A reconfiguração dos cartões vai funcionar assim: o usuário precisa apresentar o cartão (gratuidade ou não) nos dois validadores: primeiro, deve apresentar o cartão no validador azul, o atual. Após ouvir o sinal sonoro, deve apresentá-lo no validador vermelho, o novo, até aparecer a mensagem “catraca liberada”.

Esse procedimento deve ser feito todas as vezes que o passageiro embarcar nos ônibus do Transcol, no Seletivo ou nos Terminais.

A instalação dos novos validadores faz parte de uma série de medidas que os Consórcios, representados pelo Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) e o Governo do Estado, por meio da Secretaria dos Transportes e Obras Públicas (Setop) e da Companhia Estadual de Transportes de Passageiros (Ceturb-ES), estão realizando para melhorar o atendimento aos passageiros do Sistema Transcol.

“A Ceturb-ES, sempre preocupada com a qualidade dos serviços prestados pelos consórcios operadores, tem trabalhado intensamente para possibilitar uma tranquila migração de sistema, evitando transtornos aos usuários. Além disso, ressalta que o aporte tecnológico é bem-vindo, pois permitirá com a integração das tecnologias uma maior segurança e transparência na operação”, ressaltou o diretor-presidente da Companhia, Raphael Trés.

Para que a migração aconteça, nessa primeira etapa, será preciso atualizar os mais de 1,1 milhão de cartões ativos utilizados pelos passageiros, para que os bilhetes atuais não precisem ser substituídos.

Assim que a maioria dos cartões estiver atualizada, os validadores antigos serão retirados e os novos funcionarão sozinhos, trazendo mais rapidez e até outros benefícios para os passageiros. Por isso, é importante que todos os usuários com cartões façam esse processo em 30 dias, ou seja, até o dia 11 de junho.

Depois disso, a atualização só poderá ser feita em um dos postos de atendimento do GVBus: Terminais de Laranjeiras (Serra), Vila Velha e Campo Grande (Cariacica), Ufes e Loja Central (Avenida Nossa Senhora da Penha, 699, Ed. Century Tower, Torre B, lojas 8 e 9, Praia do Canto, em Vitória).

“A mudança de validador foi motivada por questões tecnológicas. Estamos trocando os aparelhos atuais por outros que possuem as mesmas funções dos antigos, porém, de forma integrada em um único módulo gestor: bilhetagem eletrônica, biometria facial, câmeras de segurança. Isso irá modernizar o sistema e facilitará a realização de manutenções e acompanhamento”, explica o diretor executivo do GVBus, Elias Baltazar.

Publicidade