Espírito Santo

Programa Qualificar ES abre mais de 8.200 vagas em curso gratuitos

COMPARTILHE
7479

Com o objetivo de promover a qualificação profissional do cidadão capixaba com foco no empreendedorismo, na empregabilidade e na inovação, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), lançou o Programa Qualificar ES. A solenidade aconteceu na tarde desta quarta-feira (15), no Palácio Anchieta, em Vitória.

Consumidor poderá renegociar dívidas bancárias pela internet até o dia 30 de setembro

Por meio do site ou do aplicativo consumidor.gov.br os consumidores poderão renegociar dívidas bancárias...

Juiz de Venda Nova condena Estado a indenizar homem processado por engano

O Estado do Espírito Santo foi condenado a pagar mais de R$ 20 mil...

Espírito Santo abre inscrições com 2.500 vagas gratuitas para tirar CNH

Estão abertas as inscrições para a 2ª fase do CNH Social 2019, programa do...

O Qualificar ES é realizado em conjunto com o Programa Estado Presente em Defesa da Vida, atuando nos bairros com alta vulnerabilidade social, visando a redução da criminalidade. Atenderá, ainda, os cidadãos de todo o Espírito Santo, que desejam se qualificar para o mercado de trabalho. A meta da Secti é ofertar 170 mil vagas até o ano de 2022.

O governador Renato Casagrande participou do lançamento e ressaltou a importância do programa Qualificar ES. “É um programa que estamos lançando e vai atingir 170 mil pessoas em quatro anos. Ter uma qualificação não significa que o emprego está garantido, porém, é um caminho que permite a pessoa ter uma ocupação e poder desenvolver seu talento, sua capacidade. A qualificação é um passaporte ao emprego”, afirmou.

Foto: Hélio Filho/Secom
Continua depois da publicidade

Casagrande destacou ainda o foco no desenvolvimento equilibrado e inclusivo. “Quando a vaga surge, sai na frente quem tem o curso, quem está qualificado para aquela vaga. Mulheres, indígenas, comunidade LGBT, são segmentos da sociedade que necessitam de atenção e estamos com formações especializadas em cada segmento, de acordo com a necessidade. Quanto mais estabilidade financeira a mulher tem, menos suscetível a agressão ela estará”, comentou.

Casagrande também ressaltou o momento em que o país está vivendo e lamentou os cortes na educação anunciado pelo Governo Federal:

“Estamos fazendo um apelo ao Governo Federal, pois existem outras formas de economizar. Hoje é um dia difícil para todos nós, pois estamos tendo manifestações em todo o Brasil por cortes justamente na educação. Esses cortes profundos de forma abrupta vão reduzir a qualidade do ensino e paralisação no serviço. Corte na educação vai criar dificuldades para quem precisa e está vivendo nas universidades, nos institutos federais, fazendo suas pesquisas”, observou.

Durante o evento foram abertas as primeiras inscrições para os cursos gratuitos de qualificação profissional nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Ao todo, são 8.210 vagas distribuídas em 43 opções de cursos nas três modalidades.

O programa visa ampliar as possibilidades de empreendedorismo e renda para os cidadãos capixabas e fornecer subsídios para sua inserção ao mundo do trabalho, através de cursos de qualificação profissional gratuitos de até 200 horas que atendem a vocação econômica das regiões do Espírito Santo e fomentam a economia criativa. Queremos alcançar os capixabas de todas as regiões do Estado, por isso a ideia de oferecer opções de cursos a distância, em que o cursista pode estudar de onde estiver, presenciais e semipresenciais”, destacou a titular da Secti, Cristina Engel.

A secretária de Estado de Direitos Humanos reforçou a Educação como um importante direito humano e destacou a importância da iniciativa. “O lançamento deste Programa coroa algo que para nós, da Sedh, é muito importante: a educação. Ofertar cursos para os jovens e adolescentes que estão no Iases e para grupos sociais que são abrangidos pelas políticas públicas da nossa Secretaria é mais do que dar oportunidades de qualificação profissional. É gerar uma vida mais digna e transformar realidades. Parabéns a todas e todos os envolvidos pelo comprometimento e muito obrigada por nos permitir esta parceria que viabiliza mais educação para as pessoas”, disse.

Para o cidadão se inscrever, basta acessar o site do Qualificar ES no link www.qualificar.es.gov.br, ter o cadastro no Acesso Cidadão e preencher corretamente o formulário de inscrição. As inscrições de todos os cursos têm início nesta quarta-feira (15) e terminam no dia 26 de maio. A seleção será por ordem de inscrição.

As 8.210 vagas estão distribuídas em:

  • 4.510 vagas em 31 cursos presenciais de até 120 horas nos municípios de Vitória, Serra, Cariacica, Viana, Vila Velha, Guarapari e Aracruz.
  • 3.500 vagas em 10 opções de cursos a distância (on-line) de 120 horas.
  • 200 vagas em dois cursos semipresenciais de 200 horas, sendo 16 horas presenciais e 184 horas a distância.

Os cursos a distância serão realizados no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), disponibilizado no site do programa e os cursistas terão acesso às vídeoaulas, apostilas para download, fóruns e muito mais. Já os cursos semipresenciais contarão com encontros presenciais já definidos no edital e aulas on-line, também por meio do AVA.

De acordo com os editais dos cursos, os requisitos são diferentes para participar em cada modalidade: nos cursos presenciais basta o interessado ser residente prioritariamente no bairro em que os cursos serão realizados e ter mais de 16 anos. Já nos cursos a distância, além da idade, o candidato tem que ter acesso à internet. Nos cursos semipresenciais o capixaba tem que ser profissional da área da educação. Para ler os editais basta acessar o site do programa.

Estiveram presentes ao evento a vice-governadora, Jaqueline Moraes; além dos secretários Álvaro Duboc (Economia e Planejamento), Luiz Carlos Cruz (Justiça), Fabricio Noronha (Cultura) e Flávia Mignoni (Comunicação Social).

Ramificações do Qualificar ES

No lançamento, a Secti também divulga duas ramificações do programa: o Qualificar ES Mulher e o Qualificar ES Indígena.

O Qualificar ES Mulher acontece em consonância com o Programa Agenda Mulher do Governo do Estado e oferece cursos presenciais para o público feminino, estimulando o empoderamento da mulher capixaba e incentivando o empreendedorismo. Os cursos são:

  • Maquiagem – 25 vagas
  • Design de Sobrancelhas – 25 vagas

Ambos com 120 horas e realização no bairro Piedade, em Vitória. Para participar a candidata tem que ter mais de 16 anos e residir no município.

Já o Qualificar ES Indígena acontece em parceria com a Secretaria de Estado de Direitos Humanos (Sedh). O segmento vai atuar nas comunidades indígenas capixabas com cursos presenciais de fomento ao empreendedorismo.

Nesta primeira oferta estão disponíveis os cursos de:

  • Segurança do Trabalho – 30 vagas
  • Gestão de Projetos – 30 vagas

Os dois cursos têm 120 horas e serão realizados na Associação Indígena Tupininkim e Guarani, em Santa Cruz, Aracruz.

Parcerias do Qualificar ES

Durante o evento, a Secti assinou portarias que formalizam a parceria entre a pasta e a Secretaria de Estado de Direitos Humanos (Sedh), o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) e a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), além da Portaria, já assinada, entre a Secti e a Secretaria de Estado de Justiça (Sejus).

A Secti, por meio do Qualificar ES, vai oferecer cursos aos socioeducandos do Iases para que os adolescentes possam ser qualificados pelo programa para serem inseridos no mundo do trabalho. Já a parceria com a Aderes visa a promover a qualificação profissional dos empreendedores capixabas com cursos para fomentar a economia criativa no Espírito Santo.

Na parceria com a Sejus, o foco é a qualificação dos egressos e daqueles que estão privados da liberdade para que possam ser reinseridos na sociedade de forma produtiva. A parceria já disponibilizou 160 vagas em oito cursos de 80 horas para os privados de liberdade e 200 vagas em 10 cursos de 60 horas para os egressos da Grande Vitória e de Piúma.

 

Publicidade