Cidades

Lei Rubem Braga seleciona novos projetos culturais em Cachoeiro

COMPARTILHE
61

A prefeitura de Cachoeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), lançou nesta sexta-feira (17) mais um edital de fomento a projetos artísticos e culturais da Lei Rubem Braga. A seleção contemplará pelo menos 32 projetos em 11 segmentos, com orçamento máximo de R$ 18 mil cada, a serem desenvolvidos por artistas e entidades do município. As inscrições vão até 3 de julho.

Oficina gratuita de elaboração de projetos para a Lei Rubem Braga em Cachoeiro

Na próxima quarta-feira (19), a partir das 16h30, a Sala Levino Fanzeres – anexa...

Formalização de empreendedores e serviços do Procon no Nova Brasília em Cachoeiro

O bairro Nova Brasília é a próxima parada da Sala do Empreendedor Itinerante, da...

Cachoeiro vai ganhar novos campos de futebol e áreas de lazer

A prefeitura de Cachoeiro vai construir novos campos de futebol no município, por meio...

Paralelamente, a Semcult lançou também edital para seleção de avaliadores e pareceristas dos projetos que concorrerão nesta edição da Lei Rubem Braga. Podem se inscrever, até 17 de junho, profissionais de todo o Brasil (exceto de Cachoeiro) com experiência comprovada nas áreas de avaliação.

Os segmentos culturais abrangidos pela Lei Rubem Braga são: Música; Dança; Teatro, circo e ópera; Cinema, fotografia e vídeo; Literatura; Artes plásticas, artes gráficas e filatelia; Folclore e capoeira; Carnaval; Artesanato; História; e Preservação e restauração de acervo e patrimônio histórico e cultural de museus e centros culturais – nessas dua últimas áreas, o número de contemplações possíveis subiu de duas para três, em relação ao edital passado.

Continua depois da publicidade

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet. Os editais de seleção com todas as informações, bem como seus respectivos anexos, estão disponíveis na página da Semcult no portal da prefeitura (www.cachoeiro.es.gov.br). Para ter acesso, basta clicar subsequentemente nas abas “Secretarias”, “Cultura e Turismo” e “Editais”.

No total, serão investidos R$ 600 mil no fomento aos projetos e pagamento de avaliadores. O edital anterior, de R$ 550 mil, foi lançado em setembro do ano passado e contemplou 29 projetos, e a expectativa é de que uma nova seleção de propostas culturais seja aberta em janeiro de 2020.

“A Lei Rubem Braga é o principal mecanismo de fomento à cultura em Cachoeiro, sendo referência de política cultural para todo o Espírito Santo. Estamos avançando cada vez mais em sua consolidação e aprimoramento, lançando editais com maior frequência, com maior orçamento e dando mais transparência e agilidade aos procedimentos de inscrição e seleção”, destaca a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

Capacitação em Burarama

Na noite desta sexta-feira, servidores da Semcult vão ministrar uma oficina de capacitação sobre a Lei Rubem Braga no distrito de Burarama. A realização da oficina foi um pedido do Ponto de Memória Meninas Bordadeiras de Burarama, projeto social que ensina bordados e outras artes manuais a adolescentes e senhoras da região.

A intenção da Semcult é realizar oficinas em outras comunidades do município até a data final para se inscrever na Lei Rubem Braga. Em 2018, a secretaria e membros do Conselho Municipal de Política Cultural também realizaram reuniões no distrito de São Vicente com intuito de apresentar os projetos e leis de incentivo à cultura de Cachoeiro.

“Esses encontros são muito importantes para ampliar às políticas de cultura em Cachoeiro, sobretudo por parte de moradores de localidades rurais e regiões periféricas. Estamos à disposição para atender, dentro das possibilidades da Semcult, às demandas de quaisquer comunidades que quiserem solicitar nosso apoio”, afirma Valquiria Rigon Volpato, consultora interna da Semcult para assuntos relacionados a leis de incentivo municipais.

Publicidade