Economia

Empresas da cadeia produtiva do vestuário no ES contam com recursos do Bandes

COMPARTILHE
82

A cadeia produtiva do vestuário, que compreende os produtos têxteis, confecções e calçados, é historicamente uma das importantes para a economia capixaba pela geração de renda e de postos de trabalho. Para que as empresas do segmento mantenham-se competitivas, frente à concorrência acirrada do mercado, as confecções capixabas contam com apoio das linhas de crédito do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

Bolsonaro diz que governo estuda reduzir imposto para produtos de tecnologia

O presidente da República, Jair Bolsonaro, usou as redes sociais neste domingo, 16, para...

Funcionários do BNDES farão ato contra 'desconstrução antipatriótica' do banco

Funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vão promover um ato...

Gestão de Levy no BNDES foi marcada por atritos com governo e com funcionários

Os seis meses de gestão de Joaquim Levy à frente do Banco Nacional de...

No Bandes, os empresários do setor de vestuário contam com recursos necessários para o aumento da qualidade em seus produtos, com investimento na criação e desenvolvimento constante de novas coleções, ou seja, na diversificação e no design dos produtos. As linhas de financiamento atendem desde as pequenas confecções, com profissionais liberais como costureiras e alfaiates, como também a produção industrial de maior porte.

O banco oferece ao empreendedor produtos específicos para aquisição de máquinas e equipamentos, adoção de tecnologia e inovação e atividades ligadas à Economia Criativa, como design e desenvolvimento de softwares para a produção.

Continua depois da publicidade

A cadeia produtiva do vestuário reúne empresas e profissionais que atuam em diversas etapas da produção.

 

Modernização constante

Inovação, qualificação e criatividade da mão de obra, bem como pela capacidade de acompanhar as tendências da Indústria 4.0, são pontos que ditam o mercado. O investimento na modernização da produção com o advento da produção inteligente, customização em massa e da fabricação de bens por meio das impressoras 3D, impactam o mercado e a forma de produção do vestuário. Destaca-se também o uso de alta tecnologia e de biotecnologia para a confecção de produtos inteligentes e de alto valor agregado.

Importante destacar que a cadeia produtiva do vestuário reúne empresas e profissionais liberais que atuam em diversas etapas da produção, desde a produção das fibras, como plantação de algodão, até os desfiles de moda, passando por fiações, tecelagens, beneficiadoras, confecções e forte varejo. O diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Everaldo Colodetti, destaca que o banco possui produtos adequados a todos estes empreendedores.

“O Bandes está atento as demandas do mercado capixaba e oferece produtos e serviços que atendem as necessidades de todos os empreendedores”, destaca Colodetti.

Publicidade