Política Regional

Câmara de Guaçuí cria comissão para analisar recursos públicos em instituições filantrópicas

COMPARTILHE
816

A Câmara de Guaçuí acaba de criar uma Comissão Especial Parlamentar para analisar as prestações de contas das entidades filantrópicas que recebem recursos públicos do município. A comissão foi aprovada pelos vereadores na última segunda-feira e a composição do grupo será anunciada na próxima segunda.

Prefeito de Guarapari é alvo de ação por gastos públicos desproporcionais

/com informações MPES   O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da...

PSB abre processo e deputado Felipe Rigoni pode até ser expulso da sigla por votar a favor da Previdência

O Conselho de Ética do PSB abriu, ontem, processo contra 11 deputados, entre eles...

PSB abre processo e deputado Felipe Rigoni e Ted Conti pode até ser expulso da sigla por votar a favor da Previdência

O Conselho de Ética do PSB abriu nesta segunda-feira (15), processo contra 11 deputados,...

De acordo com o projeto que cria a comissão, o objetivo da proposta é acompanhar a prestação de contas, condução, funcionamento e seus desdobramentos, mobilizando e participando efetivamente das discussões em favor do desenvolvimento econômico e municipal de Guaçuí.

O presidente da Casa, vereador Laudelino Alves Graciano Neto (PP), o “Laudinho”, disse que a intenção é fazer um acompanhamento mais próximo da destinação e emprego dos recurso públicos. “É uma Comissão Especial das Filantropias. Nós iremos analisar os recursos, as contas, o andamento de tudo que tenha recurso público. Todas as filantropias do município tem repasse municipal”, explica.

Continua depois da publicidade

Ainda de acordo com Laudinho, a iniciativa partiu depois das operações e das investigações do Ministério Público na Santa Casa de Guaçuí. “A Câmara Municipal não vai deixar de apurar e trabalhar para evitar que situações como essas ocorram novamente, respeitando a ação do Ministério Público. Nós somos um poder independente, o Legislativo, do qual também temos nossos deveres e obrigações”, ressalta o presidente.

As prestações de contas de instituições filantrópicas como Santa Casa, Apae, Lar dos Idosos, já são enviadas para a Câmara Municipal, porém com a criação da comissão, será realizado um trabalho detalhado de análise dos números e documentação. “Não estamos querendo ‘caçar bruxas’ e nem se aproveitar de alguma situação, mas a sociedade nos cobra. Estamos preocupados e situações como a da Santa Casa nos entristece muito. Agora, vamos estar mais presentes, com um trabalho mais apurado”, pondera.

Nomes

O presidente da Câmara fará a escolha dos nomes que irão compor a comissão, de acordo com o regimento interno da Casa. Eles serão anunciados na próxima sessão plenária, segunda-feira. A partir daí, a Comissão Especial iniciará seus trabalhos. No decorrer das análises, dependo dos resultados, pode haver a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) ou encaminhado de informações ao Ministério Público.

Publicidade