Espírito Santo

Alerta Vermelho! Chuva intensa coloca ES em estado de atenção

COMPARTILHE
5214

A chuva intensa que cai desde a madrugada deste sábado (18), colocou o Espírito Santo em alerta vermelho, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

Inscrições para o concurso Miss Espírito Santo já estão abertas

As inscrições para o concurso Miss ES Baby, Mini, Mirim, Juvenil e Teen estão a todo...

Com tema super heróis, detentos produzem perucas e doam a crianças com câncer no ES 

O mundo dos personagens infantis foi a proposta pensada pela Penitenciária de Segurança Média...

Desconto de até 40% em multas de trânsito no ES com novos serviços digitais

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) lançou, na manhã desta segunda-feira...

A chuva prevista é superior a 60 mm/h ou acima de 100 mm/dia. Alagamentos foram registrados em todo Estado. Há, ainda, riscos de transbordamentos de rio e deslizamentos de encostas.

Cachoeiro de Itapemirim não registrou ocorrências até o momento, mas segundo a Defesa Civil Municipal, choveu 33 mm em 24h, o que significa estado de atenção devido ao grande volume de chuvas.

Continua depois da publicidade

Diversos pontos na Grande Vitória, incluindo a Terceira Ponte, e trechos de avenidas estão debaixo d’água e precisaram ser interditados. Também foram registrados alagamentos nas regiões Sul, Serrana e Caparaó.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Órgão pertencente ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito Santo, informa que no momento está com o Plano de Emprego em alerta.

Nas últimas 24 horas foram registrados 215mm de chuva em Guarapari; 214mm em Cariacica; 19mm em Serra; 172mm em Vila Velha; 155mm em Vitória e 127mm em Viana.

Nos múnicípios atingidos, há registros de quedas de muros, barrancos, talude, abertura de buracos e alagamentos, impedindo o fluxo de pessoas e veículos.

A Defesa Civil orienta os capixabas a não trafegarem em áreas com esse tipo de ocorrência.

Em caso de sinais de trincas, deslizamentos e emergências causadas pelas chuvas, se afaste do local de risco e acione a defesa civil (199) do seu município ou o Corpo de Bombeiros (193).

Publicidade