Esporte Nacional

No Panamá, Brasil fecha disputa da Copa Pan-Americana de Judô com sete pódios

COMPARTILHE
15

O judô brasileiro disputou neste final de semana a Copa Pan-Americana, último evento qualificatório para os Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, que distribuiu até 200 pontos no ranking continental, mas não contou pontos para o ranking mundial. Ao final dos dois dias de combates na Cidade do Panamá, a seleção brasileira fechou a disputa com sete pódios: três ouros, duas pratas e dois bronzes.

Sem Vecino e com clima descontraído, Uruguai inicia preparação para pegar o Japão

Poucas horas depois de golear o Equador por 4 a 0, na noite de...

Encostado como dirigente, Totti pede demissão do cargo de diretor técnico da Roma

Ex-capitão da Roma e maior ídolo da história do clube, que ele defendeu por...

Primeiros jogos da Copa América têm fracasso de público e preocupam a Conmebol

Os cinco primeiros jogos da Copa América registraram fracassos de público nos estádios pelo...

Os ouros vieram com dois dos novatos da equipe: o ligeiro Renan Torres (60kg), de 20 anos, e o leve Jeferson Santos Júnior (73kg), o Juninho Bomba, com a mesma idade, além da meio-médio Alexia Castilhos (63kg), que também garantiu o primeiro lugar.

O caminho de Renan no Panamá teve vitórias sobre o panamenho Isaac Jaramillo, o colombiano John Futtinico, o mexicano Moises Rosado e, na final, ippon sobre o também colombiano Johan Rojas. Jeferson passou por Leider Navarro (Colômbia), Jesus Gavidia (Peru) e por seus dois compatriotas Lincoln Neves, na semifinal, e David Lima, na final.

Continua depois da publicidade

Em sua campanha, Alexia Castilhos derrotou a argentina Agustina de Lucia e a venezuelana Anriquelis Barrios para conquistar o ouro e os 200 pontos no ranking pan-americano. Nathália Brígida (48kg) também chegou à final de sua categoria, mas parou na cubana Vanesa Godines nas punições.

Os bronzes vieram com Lincoln Neves, também no 73kg, e com Ellen Santana (70kg), única a lutar neste domingo. Ela derrotou Xsara Falconi, do Peru, na disputa do terceiro lugar, enquanto que Lincoln passou por Bradley Langlois, do Canadá, algoz do brasileiro Alex Pombo na primeira rodada.

Os 14 judocas convocados para representar o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima serão anunciados nesta segunda-feira.

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade