Economia

Congresso blindará proposta da reforma de impactos das manifestações, diz Ramos

COMPARTILHE
14

O presidente da Comissão Especial da reforma da Previdência na Câmara, Marcelo Ramos (PR-AM), afirmou que o Congresso vai blindar a proposta de impactos das manifestações em defesa do presidente da República, Jair Bolsonaro, no próximo domingo, 26, que também têm como alvo os parlamentares.

Desbloqueio do Orçamento deve chegar a quase R$ 12 bi, diz Onyx

A estimativa de desbloqueio das despesas do Orçamento este mês deve chegar a aproximadamente...

ANP: postos com preços abusivos por crise do petróleo podem ser penalizados

Postos de combustíveis que adotarem práticas abusivas de preço na esteira da crise do...

Bancada ruralista protocola emendas à reforma tributária para evitar oneração

Parlamentares da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) protocolaram emendas à reforma tributária (PEC 45)...

Além disso, o presidente do colegiado negou que a comissão formule um “novo texto” da reforma da Previdência, mas declarou que a proposta ficará com uma nova “caracterização” após o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). “(As manifestações) não (atrapalham) porque nós vamos isolar a reforma de qualquer ambiente de hostilidade, ela é do Brasil”, disse.

Para ele, a fala do presidente Jair Bolsonaro de que a classe política é o problema do País pode atrapalhar o andamento da propostas, mas o Congresso garantiria a aprovação das mudanças.

Continua depois da publicidade

Daniel Weterman
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade