Geral

Secretário de Aviação Civil defende rever acordo que limita voos para Argentina

COMPARTILHE
13

O secretário Nacional de Aviação Civil, do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, defendeu, neste domingo, a revisão do acordo bilateral entre Brasil e Argentina que limita a quantidade de voos entre os dois países, informou a Agência Brasil.

MEC quer professor sem concurso em universidade federal

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, vai estimular as universidades federais a contratarem professores...

Personalidades lamentam morte de menina Ágatha, no Rio de Janeiro

Diversas personalidades lamentam a morte da garota Ágatha Vitória Sales Félix, de oito anos....

PMs envolvidos em ação que matou Ágatha serão ouvidos no Rio

Os policiais militares envolvidos na ação que resultou na morte da menina Ágatha Vitória...

A declaração foi dada pelo secretário durante o Encontro de Líderes do 1º Fórum Internacional de Investimentos em Turismo, em Foz do Iguaçu (PR).

Segundo a agência, o secretário disse que o acordo, de 1948, está ultrapassado. A quantidade de voos entre os dois países está limitada a 133 frequências semanais mistas e outras sete exclusivamente cargueiras.

Continua depois da publicidade

Para Glanzmann, esse limite está saturado e há a necessidade de ser revisto, para a realização de operações não regulares, com base na reciprocidade entre os dois países. A intenção é estimular o turismo.

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade