Economia

Investidor russo passa a ter 69,7% do capital da rede de supermercados Dia

COMPARTILHE
16

A rede espanhola de supermercados Dia agora tem 69,76% das suas ações na mão do fundo Letterone, do investidor russo Mijail Fridman. A posição foi informada ontem em fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários da Espanha com o resultado final da oferta pública de ações (OPA).

Maia: Ameaça europeia é 'desculpa' para que acordo Mercosul-UE não avance

Após França e Irlanda sinalizarem que querem voltar atrás no acordo comercial entre União...

Banco do Brasil pode adotar linha de crédito imobiliário atrelada ao IPCA

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, disse que o banco pode seguir...

Susep autoriza utilização de peças usadas e genéricas em seguro de automóvel

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) autorizou seguradoras a utilizarem peças genéricas e usadas...

Conforme fato relevante, a oferta da Letterone foi aceita pelos detentores de 57,41% das ações da Distribuidora Internacional de Alimentación S.A, o que equivale a um total de 40,76% do capital da companhia – que se somou às ações já com Fridman.

Segundo o documento, Letterone garantiu um aumento de capital de 500 milhões de euros para obter uma estrutura de capital viável de longo prazo para o Dia, “mas esse aumento de capital só pode ser realizado após chegar a um acordo com todos os credores da companhia”.

Continua depois da publicidade

Conforme o jornal espanhol El País, o Letterone, que já era dono de 29% das ações da rede Dia, agora vai ter um desafio para colocar as contas do grupo no lugar e acertar os pontos com credores, sobretudo o Santander, principal deles e que ainda não deu aval para que o aumento de capital ocorra. Entre os termos do acordo, está o adiamento dos vencimentos para 2023.

Cristian Favaro
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade