Geral

Tabata Amaral: 'Se tem uma coisa que une a população é a luta pela educação'

COMPARTILHE
30
Advertisement
Advertisement

A deputada Tabata Amaral (PDT-SP) contestou dados apresentados pelo atual ministro da Educação Abraham Weintraub. “São tantos absurdos, tantas arbitrariedades, a primeira delas é dizer que há uma concentração nas humanas. Não é verdade, ministro, apenas 1,4% da verba do CNPQ vai pra ciências sociais, apenas 23,7% das bolsas da Capes vão para humanas”, disse Amaral no plenário.

SP tem 123 mil casos e 8.276 óbitos por covid-19; casos podem subir até 2,4 vezes

O secretário de Saúde do Estado de São Paulo, José Henrique Germann, atualizou os...

Vacina contra covid-19 desenvolvida em Oxford será testada no Brasil

A vacina contra a covid-19 que está sendo desenvolvida na Universidade de Oxford, no...

ONG leva oxímetros para favelas do Rio e SP no combate ao novo coronavírus

Levar para comunidades carentes aparelhos que medem a taxa de oxigenação e, dessa forma,...

A deputada viralizou ao questionar o ex-ministro da pasta Ricardo Vélez em sua participação na Comissão de Educação da Câmara no mês passado. Desta vez, a fala da deputada foi mais curta. Ela teve apenas três minutos para questionar o atual gestor. “Depois de mais uma manipulação em que o governo anuncia que vai recuar nos cortes da Educação e logo recua novamente numa tentativa de desmobilizar, a população a gente viu que não deu certo, A Câmara está aqui, as pessoas estão nas ruas. Não porque somos idiotas úteis, mas se tem uma coisa que une a população desse País é a luta pela educação”, disse a deputada.

“O senhor é um ministro de estado não pode vir aqui sem nenhum critério técnico, baseado em ideologia”, afirmou. “Ministro o senhor tem de falar de Enem. Sair dessa guerra ideológica”, afirmou.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Camila Turtelli
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.