Economia

Governo de MG revisa déficit orçamentário para 2019 de R$ 11,4 bi para R$ 15,2 bi

COMPARTILHE
10

O governo de Minas Gerais revisou o déficit orçamentário previsto para este ano de R$ 11,4 bilhões para R$ 15,2 bilhões. Em nota, o governo informou que a administração anterior considerou, no Orçamento, receitas extraordinárias “que não condiziam com a realidade”, além de despesas “superorçadas”.

Investidor estrangeiro retira R$ 465,947 milhões da B3 no dia 17

Os investidores estrangeiros retiraram R$ 465,947 milhões da B3 no pregão da última sexta-feira,...

Congresso blindará proposta da reforma de impactos das manifestações, diz Ramos

O presidente da Comissão Especial da reforma da Previdência na Câmara, Marcelo Ramos (PR-AM),...

Aneel atualiza metodologia de acionamento e valor das bandeiras tarifárias

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 21, uma resolução que...

Entre essas receitas estão R$ 2 bilhões em recursos do Fundo Especial de Créditos Inadimplidos e Dívida Ativa (Fecidat) que deveriam ser destinados para pagamento de inativos, R$ 1,5 bilhão de direitos creditórios (referentes à securitização da dívida), R$ 580 milhões em recursos de operações de crédito que iriam para o pagamento de precatórios, além de R$ 347 milhões a mais em receitas de contribuição previdenciária.

Diante da situação do caixa, o governo de Minas Gerais estuda ingressar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF), criado para Estados em grave crise fiscal e que, até hoje, só teve adesão do Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade

Bárbara Nascimento
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade