Economia

Governo de MG revisa déficit orçamentário para 2019 de R$ 11,4 bi para R$ 15,2 bi

COMPARTILHE
44
Advertisement
Advertisement

O governo de Minas Gerais revisou o déficit orçamentário previsto para este ano de R$ 11,4 bilhões para R$ 15,2 bilhões. Em nota, o governo informou que a administração anterior considerou, no Orçamento, receitas extraordinárias “que não condiziam com a realidade”, além de despesas “superorçadas”.

G-7, FMI e Banco Mundial vão rever pagamento de dívidas de países de baixa renda

Após se reunir virtualmente com ministros de Finanças do G-7, o secretário do Tesouro...

TCU vê irregularidade no pagamento de auxílio emergencial a 8,1 milhões

Um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) alerta para o risco de...

Indústria opera no piso da série histórica, diz IBGE

A queda de 18,8% registrada pela indústria em abril ante março aumentou a distância...

Entre essas receitas estão R$ 2 bilhões em recursos do Fundo Especial de Créditos Inadimplidos e Dívida Ativa (Fecidat) que deveriam ser destinados para pagamento de inativos, R$ 1,5 bilhão de direitos creditórios (referentes à securitização da dívida), R$ 580 milhões em recursos de operações de crédito que iriam para o pagamento de precatórios, além de R$ 347 milhões a mais em receitas de contribuição previdenciária.

Diante da situação do caixa, o governo de Minas Gerais estuda ingressar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF), criado para Estados em grave crise fiscal e que, até hoje, só teve adesão do Rio de Janeiro.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Bárbara Nascimento
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.