Geral

Após protesto contra cortes na Educação, manifestantes começam a deixar ato em BH

COMPARTILHE
13

Depois de percorrerem três praças da região central de BH, manifestantes contrários ao corte de recursos na área da educação começam a deixar a Praça Raul Soares. Pelo menos 15 mil pessoas participaram do ato, que começou na Praça da Estação e passou pela Praça Sete. Até o início da tarde, não havia registro de ocorrências policiais envolvendo a manifestação.

Rebelião em presídio de Manaus deixa 15 mortos; mesmo de massacre em 2017

Quinze detentos foram mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, por volta...

Rio também tem manifestação contra violência policial e críticas a Witzel

Enquanto os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PSL) realizavam ato em Copacabana, na zona...

Movimentação na parte inferior de talude em Barão de Cocais sobe a 15,8 cm

O talude norte da mina de Gongo Soco da mineradora Vale em Barão de...

Ao longo do trajeto, gritos contra o governo do presidente Jair Bolsonaro. O preferido era “doutor, eu não me engano, o Bolsonaro é miliciano”. Na chegada à Praça Raul Soares, dois caminhões se alternavam com pronunciamentos de sindicalistas e estudantes.

Outro ato, contra o corte nos recursos para a educação e a reforma da previdência ocorre no campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na Pampulha, região norte da capital.

Continua depois da publicidade

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade