Cidades

Trânsito na Ponte do Exército em Guaçuí funciona em sistema pare e siga

COMPARTILHE
Foto: Gilson Arão
321
Advertisement
Advertisement

Por Gilson Arão

Continua depois da publicidade

Após uma semana da instalação da ponte provisória na BR 482 sobre o Rio Veado, em Guaçuí, o tráfego de veículos segue com algumas adequações no local.  Os militares do Exército estão controlando o fluxo de veículos sob o sistema pare e siga.

Por se tratar de uma rodovia interestadual, há um fluxo contínuo de veículos e tem se formado filas devido à ponte provisória não estar funcionando para ambos os sentidos. O militares de engenharia explicaram que optaram por liberar a ponte para tráfego único para evitar acidentes, já que o espaço é estreito. O trânsito, não é permitido para pedestres.

A estrutura metálica instalada comporta até 80 toneladas e caminhões tem trafegado no local sem apresentar dificuldade.

Continua depois da publicidade

Quebra-molas 

A Defesa Civil de Guaçuí emitiu um comunicado informando aos motoristas que nessa terça-feira (23) foram construídos dois quebra-molas antes da ponte provisória. Os redutores foram colocados devido à interdição da Ponte do Aésio  na BR 482, no sentido de quem vem de Dores do Rio Preto para Guaçuí.

A Defesa Civil do município  pede atenção redobrada, no trecho que foi sinalizado, com placas de advertência sobre obras na pista e os redutores instalados. Nesta quarta-feira (24), foram registrados dois acidentes de motocicleta próximos da ponte por causa dos quebra-molas, informou o Corpo de Bombeiros.

Advertisement
Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.