Política Regional

Novas eleições em Irupi têm dois candidatos na disputa

COMPARTILHE
Reprodução
2280

O cartório da 19ª Zona Eleitoral, responsável pelos municípios de Muniz Freire e Irupi, registrou o interesse de dois candidatos para concorrer às eleições suplementares para prefeito e vice-prefeito de Irupi, em votação que será realizada no próximo dia 5 de maio.

Kennedy: TCE rejeita recurso e determina que Reginaldo Quinta devolva R$ 293 mil aos cofres públicos

O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE) rejeitou recurso do ex-prefeito de Presidente...

Pela hora da morte: Prefeitura de Marataízes lança edital para comprar 705 caixões

A Prefeitura de Marataízes lançou edital para aquisição de até R$ 500 mil em...

Deputada Iriny quer título de Cidadão Espírito-Santense para Jean Wyllys e fundador do MST

A deputada Iriny Lopes (PT) criticou da tribuna, na sessão de terça-feira (11), a...

Estão na disputa, Edmilson Meireles de Oliveira e Paulino Lourenço da Silva como prefeito e vice pela coligação MDB-PP, e Rafhael Junqueira Fonseca e Júlio Teodoro de Almeida em chapa puro sangue do PSL.

O cenário político ficou definido após movimentações em que se cogitavam o nome do prefeito em exercício, Valmir de Almeida Montoni (PV), o que não se confirmou. Inclusive, nos bastidores, havia a expectativa de Valmir ser apoiado pelo DEM de Theodorico Ferraço.

Continua depois da publicidade

E foi a manifestação desse apoio do DEM ao nome de Valmir que resultou na saída da pré-candidata Elidea Rocha Guimarães (DEM) do pleito. O grupo de Elidea trabalhava em um nome para a disputa nas eleições desde setembro do ano passado e estava conquistando um apoio significativo da população de Irupi.

Propaganda

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES), partir desta quinta-feira (4) será permitida a propaganda eleitoral. Os candidatos, partidos políticos e as coligações registrados podem utilizar, das 8 às 22 horas, alto-falantes, ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos. Comícios e utilização de aparelhagem de sonorização fixa serão permitidos das 8 às 24 horas. Também estará permitida a propaganda eleitoral na internet, vedada a veiculação de qualquer tipo de propaganda paga.

Também poderá haver distribuição de material gráfico, caminhada, carreata e passeata, observados os limites e as vedações legais. E até 3 de maio de 2019, serão permitidas a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso, de até 10 anúncios de propaganda eleitoral, por veículo, em datas diversas, para cada candidato, no espaço máximo, por edição, de 1/8 de página de jornal padrão e de 1/4 de página de revista ou tabloide (Lei n° 9.504/1997, art. 43, caput).

Publicidade