Entretenimento

Música, poesia e artes gráficas nas areias da praia de Piúma neste sábado (20)

COMPARTILHE
Divulgação
644

Já pensou reunir música, poesia, artes gráficas, bate-papo sobre quadrinhos autorais, entre outras atividades em um evento multicultural nas areias da praia de Piúma? Pois isso acontecerá na tarde de hoje (20), a partir das 15h, no Quiosque 36.

Maria Cândida comemora retorno à TV Globo após mais de 20 anos

Maria Cândida comemorou seu retorno à TV Globo com uma publicação no Instagram neste...

Primeira série brasileira em Libras e português estreia na TV Cultura

No Brasil, cerca de 5% da população tem deficiência auditiva, segundo o Censo 2010,...

Morre Fernanda Fé, pastora e mulher do ex-jogador Ceará

A pastora e cantora gospel Fernanda Fé faleceu na madrugada da última sexta-feira, 21,...

O Pic Nic Sound – Festival Multicultural – terá o palco montado na areia da praia e contará com as bandas Irenne, Mofotrio, R.U.A., e Termiinal, se apresentando pela primeira vez com uma formação acústica. Os DJ’s Giogol com seu tropical beats e L. com o new wave/post punk/synth pop comandam as pick-ups. O evento terá, ainda, poesia de Turimã, com microfone aberto e palco livre para o público.

O mural “Arte da Capa” traz uma exposição retrospectiva dos nove anos de Free Rock, em Piúma, através das artes de divulgação dos eventos. Haverá também o mural de desenho e bate-papo sobre quadrinho autoral “Aghá Quê”, com Junior Martin & Pidoka.

Continua depois da publicidade

O Pic Nic Sound é um evento gratuito, promovido pelo Free Rock produções, que há nove anos vem movimentando o cenário cultural do Sul do Espírito Santo com show de bandas autorais e covers de todo Estado.

Segundo um dos organizadores, Ronni Goltara, o grande diferencial do Pic Nic Sound é ser multicultural e dar a oportunidade às áreas diferentes da música ter uma maior vazão. “A música apesar de todas as dificuldades tem uma saída, é uma arte mais fácil até de ser comercializada. Diferente de uma poesia, um desenho ou uma HQ que acabam sendo segmentos culturais fora do padrão. Vamos fazer uma festa para envolver tudo”, diz Goltara.

Outro aspecto de relevância é que o evento vai ser em grande maioria autoral. 90% da música tocada será de origem própria das bandas, além das poesias, dos desenhos e HQ’s. “Isso é um objetivo que estávamos querendo alcançar há um bom tempo. Sempre que fazemos o Free Rock, colocamos pelo menos uma banda autoral e como dessa vez. Como dessa vez é um evento aberto, e isso é outra novidade, vai facilitar de promover o autoral”, finaliza.

 

Publicidade