Economia

Contribuintes têm até a próxima terça (30) para enviar declaração do IR

COMPARTILHE
238

Faltando apenas uma semana para terminar o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda 2019, mas de 16 milhões de brasileiros já acertaram as contas com o leão. Quem não fez, tem até a próxima terça-feira (30), às 23h59, de acordo com o horário de Brasília. Entrega fora do prazo estão sujeitas a multa de, no mínimo, R$ 165,74 ou até 20% do imposto devido.

Etanol permanece vantajoso ante gasolina em quatro Estados brasileiros, diz ANP

Os preços médios do etanol seguem vantajosos ante os da gasolina em apenas quatro...

Etanol permanece vantajoso ante gasolina em quatro Estados brasileiros, diz ANP

Os preços médios do etanol seguem vantajosos ante os da gasolina em apenas quatro...

Gasolina sobe em 14 Estados e DF, mas valor médio recua 0,18% no País, diz ANP

O valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros avançou em 14 Estados brasileiros...

Ademir Paes, contador que trabalha há mais de 20 anos prestando o serviço de declaração do imposto de renda, alerta para os lapsos mais comuns por parte dos contribuintes, que são o esquecimento das despesas médicas, erros nas informações quanto aos dependentes e ainda a omissão de rendimentos.  Além disso, o contador alerta para uma novidade na declaração deste ano. “Agora é obrigatório a inclusão do CPF de todos os dependentes. Em 2018, podia colocar os dependentes até 8 anos sem informar o CPF”, informa.  Ou seja, podem ser declarados como dependentes companheiros com quem o contribuinte tenha filhos ou conviva há mais de cinco anos, cônjuge, filho ou enteado de até 21 anos e até 24 anos se estiverem em escola técnica ou universidade, pais, avós ou bisavós que não pagarem impostos ou menor até 21 anos de quem a pessoa seja tutora.

Já quanto ao tipo da declaração, as regras continuam as mesmas. Na simplificada, o contribuinte obtém um desconto único de 20% sobre a renda tributável. Neste ano, esse desconto está limitado a R$ 16.754,34, mesmo valor do ano passado. O abatimento substitui todas as deduções legais da declaração completa.

Continua depois da publicidade

Já na declaração completa, pode ser deduzido do imposto devido gastos com saúde, educação, dependentes, pensão alimentícia e previdência. “O melhor é guardar todos os comprovantes de gastos, principalmente com educação e saúde para a dedução na declaração. Esses documentos, a Receita poderá pedir e tem a validade de cinco anos”, conclui Ademir Paes.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Publicidade