Opinião

COISAS ESTRANHAS NA CÂMARA DE IÚNA

COMPARTILHE
5774

Estão acontecendo coisas estranhas na Câmara Municipal de Iúna. Na sessão realizada no último dia 17, houve um duro embate entre o Vereador Everaldo Sales (PHS) com a mesa da casa. Tudo porque o parlamentar pediu vistas de um projeto de aquisição de um veículo que custará oitenta mil reais aos cofres do Poder Legislativo da cidade. O mais impressionante é que o bate-boca se deu com o procurador da Câmara Dr. Marcos Sonsin que, estranhamente usa o microfone do parlamento durante as sessões e discursa abertamente.

Cooperativismo: uma solução para a retomada do desenvolvimento do Brasil

Por Evair de Melo O Cooperativismo é mais que um conceito econômico, é uma filosofia...

Populismo não é ameaça - por Gaudêncio Torquato

O populismo se inspira em antagonismos: as demandas das massas contra interesses de elites...

Milícia: o vácuo do Estado gera o poder paralelo

As milícias vêm tomando conta dos noticiários político e policial do País. Descritas nominalmente...

Outro ponto que chama a atenção é o fato da Câmara não votar os projetos do Executivo Municipal, como um posto de saúde de extrema necessidade para o Bairro do Pito, convênios com programas da Secretaria de Saúde e aquisição de materiais básicos para atendimento da população que diariamente procura auxílio nos Postos de Saúde do Município. Todos esses projetos da Prefeitura estão parados aguardando o limite dos seus prazos regimentais. Essa situação foi duramente questionada pelo Vereador Everaldo que não poupou críticas a boa parte dos seus pares. O parlamentar ainda lembrou que a Câmara aprovou alguns projetos de forma acelerada, como aprovação do aumento do próprio salário, aprovação da criação de oito cargos para assessorar os trabalhos do Legislativo e a aquisição de um veículo no valor de R$ 80.000,00 para uso exclusivo dos parlamentares.

Com essa postura, a população de Iúna vem questionando o exercício do mandato de boa parte dos vereadores que obrigaram o Prefeito Coronel Weliton a trabalhar somente com 01% de todo orçamento do município, uma situação inédita. Essa regra força a administração municipal a pedir suplementação para a execução de todos os seus projetos, o que causa morosidade e muitas vezes a reprovação por parte dos Vereadores.  Vale ressaltar que no meio desses projetos existem obras importantes e que estão em andamento como o calçamento do Parque Industrial, construção de Posto de Saúde, Reforma de Escolas e outras que há anos a população aguarda, como a construção da ponte que liga o Bairro Guanabara ao Parque de Exposição da cidade.

Continua depois da publicidade

A população aguarda o fim desse impasse e promete comparecer na próxima sessão da Câmara para acompanhar de perto o desenrolar dessas questões. Todos esperam que as acirracões políticas sejam deixadas de lado e que todos se empenhem para aprovar os projetos que beneficiam o povo iunense.

Vamos ver as cenas dos próximos capítulos!

Publicidade