Segurança

Chefe do tráfico da Grande Vitória é preso por policiais civis em Piúma

COMPARTILHE
2746

A equipe da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha efetuou a prisão de M.H.M., de 37 anos, nesta sexta-feira (05). O suspeito é chefe do tráfico de drogas da região de Aribiri, em Vila Velha. Ele estava com dois mandados de prisão em aberto por homicídio qualificado e um pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. A prisão foi realizada em Piúma.

Polícia afirma que criminoso morto no Zumbi é um dos maiores assaltantes de Cachoeiro

A Polícia Civil afirmou que Tercílio Alves Filho, 21 anos, que foi morto na...

Protesto e toque de recolher no bairro Zumbi após morte em confronto entre PM e bandidos

Após a morte de um homem baleado em confronto com a Polícia Militar, na...

PM e PC deflagram operação em Marataízes e Itapemirim; um homem foi preso por homicídio

Uma “Operação Integrada” entre a Polícia Militar e a Polícia Civil, na manhã desta...

O responsável pela DHPP, delegado Gianno Trindade, contou que M.H.M. estava escondido em Piúma há seis meses. “Nós recebemos algumas denúncias e nos dirigimos ao local para cumprir os mandados. No momento da prisão ele mostrou resistência, tentou fugir e houve perseguição. O suspeito chegou a pular de um prédio de dois andares e caiu em um rio, mas foi detido pelos policiais. Ele estava com uma arma de fogo que foi descartada dentro do rio”, relatou.

Gianno Trindade contou que M.H.M. tinha passagens por outros crimes. “O detido tem passagens por quatro homicídios, porte e posse ilegal de arma de fogo, receptação e roubo majorado. De acordo com as investigações, ele é um dos responsáveis pelo acirramento da guerra do tráfico entre os bairros Aribiri e Jaburuna, ocorrido no início do ano”, ressaltou.

Continua depois da publicidade

M.H.M. foi indiciado por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV).

A ação ocorreu com o apoio da equipe da Força Tarefa do Departamento Especializado de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Publicidade