Cidades

Cachoeiro: desconto de 15% no IPTU só até a semana que vem

COMPARTILHE
53

Os contribuintes de Cachoeiro que quiserem pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) com desconto de 15% devem ficar atentos. O prazo para quitar a primeira cota única termina na próxima semana, entre 15 e 19 de abril. Para saber a data exata de vencimento, basta consultar o carnê.

Guaçuí terá mutirão para pagamento de débitos fiscais

Guaçuí vai realizar de 7 a 11 de outubro, de 8 às 18 horas, um...

Oportunidade: 18 vagas de emprego no Sine Anchieta nesta segunda

A Agência do Sine de Anchieta está com 18 vagas de emprego nesta segunda-feira...

Hospitais de Cachoeiro de Itapemirim abrem processo seletivo para contratação 

Dois hospitais de Cachoeiro de Itapemirim estão contratando PCD – pessoa portadora de deficiência...

Esse também é o período de vencimento da primeira parcela para quem optar por pagar o imposto em até quatro vezes.

Os carnês do IPTU foram distribuídos pela Secretaria Municipal de Fazenda (Semfa), mas quem precisar de segunda via pode emitir pela internet.

Continua depois da publicidade

Para imprimir o documento, basta acessar o portal www.cachoeiro.es.gov.br e clicar, sequencialmente, nas abas ‘Serviços’, ‘Cidadão’, ‘IPTU’ e ‘2ª via’.

Outra opção é recorrer, diretamente, à Semfa, de segunda a sexta, das 9h às 18h. O endereço é rua 25 de Março, 28, Centro (em frente ao Shopping Cachoeiro).

“Importante que o contribuinte observe os prazos de vencimentos para o pagamento do IPTU em cota única, pois é uma oportunidade de obter desconto significativo no valor de seu carnê. É importante, também, lembrar que o IPTU é uma das principais receitas do município. Com ela, a Prefeitura realiza investimentos na saúde, educação, infraestrutura, entre outras áreas, melhorando a qualidade de vida do cidadão”, frisa o secretário de Fazenda, Eder Botelho da Fonseca.

Outras oportunidades de desconto

Os contribuintes de Cachoeiro ainda terão a oportunidade de pagar o IPTU em cota única, com descontos, em maio e junho. Os abatimentos, contudo, serão menores: de 10% e 5%, respectivamente

Publicidade