Cachoeiro de Itapemirim

Alunos vão conhecer personagens do folclore no teatro Rubem Braga

COMPARTILHE
141

Um projeto realizado pela CIA Nós de Teatro leva ao Teatro Municipal Rubem Braga, durante os dias 10 e 11 o espetáculo “A Menina que queria ser Estrela”. No espetáculo os personagens Vitória Régia, Japim, Capelobo, Sanguanel e Boto Cor de Rosa levarão aos alunos um breve resgate da história do folclore brasileiro.

Produtoras rurais de Burarama participam do Café com Elas

A Prefeitura de Cachoeiro, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Interior (Semai),...

Rede de abastecimento de água para Soturno será substituída

A partir desta quarta-feira (17), a rodovia Gumercindo Moura, que liga o bairro Village...

Inscrições da Feira de Negócios são realizadas na Praça Jerônimo Monteiro

A Sala Itinerante do Empreendedor, coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec) de...

Os diretores do espetáculo explicam que a ideia é trazer as criaturas menos conhecidas do folclore, com a finalidade de resgatar elementos de história. Para eles, aplicar os seres do folclore é um meio de apresentar uma criação que é identidade cultural do país. O projeto conta com patrocínio da Lei Rubem Braga de Cachoeiro de Itapemirim.

“Acreditamos que assim como o folclore estrangeiro tem um grande potência de narrativa, o nosso também tem. No espetáculo há uma pequena parte desse universo imenso que é o folclore brasileiro”, diz uma das diretoras do espetáculo, Brenda Perim. 

Continua depois da publicidade

A história central da peça é baseada na lenda da Vitória Régia. No espetáculo, a menina sonha em se tornar estrela. Para realizar o desejo, tem a tarefa de decifrar os enigmas da lua, que acabam por levá-la a várias descobertas sobre si mesma, sobre a fauna e o folclore brasileiro. Durante a sua jornada, ela tem o apoio de amigos e enfrenta desafios, que vão da escuta à demanda por coragem de enfrentar a realidade para ir atrás dos próprios sonhos.

Além da apresentação gratuita aberta ao público, serão realizadas outras três apresentações

direcionadas para escolas públicas do município, escolhidas em reunião com a Secretaria de Educação, que além da apresentação ganham transporte para irem ao teatro. As escolas são: Oswaldo Machado, Juracir Cruz, Maria do Carmo, Aurea Bispo, Frade Freira, Valdir Furtado, Lucila Araujo, Padro Gino, Teresa Valiete e Profª Cely Santos, totalizando 10 escolas.

 

Serviço:

Dias e Horários:

Dia 10

14h: Projeto Escola

 

Dia 11

9h: Projeto Escola

14h Projeto Escola

19h: Aberto ao Público

Publicidade