Geral

Polícia prende homem que confessou ter matado criança em SP

COMPARTILHE
82

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira, 22, um homem que confessou ser o autor da morte da menina Kauane Crishiny Soares Rodrigues, de 6 anos, que estava desaparecida desde a última quarta-feira, 17, em Mongaguá, cidade do litoral de São Paulo. Ainda não foram divulgados detalhes sobre as circunstâncias e a motivação do assassinato.

Peruíbe tem 400 desabrigados, bairro isolado e está em emergência pelas chuvas

A prefeitura de Peruíbe, no litoral sul paulista, decretou estado de emergência, depois das...

Chance de barragem romper é de 10% a 15%, diz secretário de Ambiente de MG

A barragem do complexo minerário Vale de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG),...

Enem: candidatos sem isenção têm até quinta-feira para pagar inscrição

Finalizadas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, os estudantes...

Com ajuda de cães farejadores, a polícia encontrou na noite desta segunda-feira, 22, o corpo da menina seminu em uma vala, numa região de mata próxima à casa onde a criança morava com a mãe e o irmão.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande, responsável pela região, onde serão realizados exames que vão determinar se a menina foi também abusada sexualmente.

Continua depois da publicidade

Kauane Crishiny desapareceu de dentro de casa enquanto dormia na madrugada de quarta-feira, dia 17. Por volta das 2h, a mãe notou a ausência da filha e percebeu que a porta da frente da casa estava aberta. O imóvel localiza-se na avenida Governador Mario Covas Júnior, no bairro Parque Marinho, próximo da plataforma de pesca de Mongaguá.

Em mensagem no Facebook, a prefeitura da cidade informou que as buscas pela garota chegaram ao fim e prestou condolências à família.

Ana Paula Niederauer
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade