Geral

Polícia prende homem que confessou ter matado criança em SP

COMPARTILHE
127
Advertisement
Advertisement

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira, 22, um homem que confessou ser o autor da morte da menina Kauane Crishiny Soares Rodrigues, de 6 anos, que estava desaparecida desde a última quarta-feira, 17, em Mongaguá, cidade do litoral de São Paulo. Ainda não foram divulgados detalhes sobre as circunstâncias e a motivação do assassinato.

Ministério da Saúde orienta construção de hospitais de campanha em último caso

O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira, 25, as regras de financiamento para a...

Doria anuncia nova prorrogação da quarentena; regras vão variar entre regiões

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta segunda-feira, 25, que vai...

Baixada Santista já é 2ª região com mais casos de coronavírus no Estado de SP

No Estado de São Paulo, a Baixada Santista já concentra o maior número de...

Com ajuda de cães farejadores, a polícia encontrou na noite desta segunda-feira, 22, o corpo da menina seminu em uma vala, numa região de mata próxima à casa onde a criança morava com a mãe e o irmão.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande, responsável pela região, onde serão realizados exames que vão determinar se a menina foi também abusada sexualmente.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Kauane Crishiny desapareceu de dentro de casa enquanto dormia na madrugada de quarta-feira, dia 17. Por volta das 2h, a mãe notou a ausência da filha e percebeu que a porta da frente da casa estava aberta. O imóvel localiza-se na avenida Governador Mario Covas Júnior, no bairro Parque Marinho, próximo da plataforma de pesca de Mongaguá.

Em mensagem no Facebook, a prefeitura da cidade informou que as buscas pela garota chegaram ao fim e prestou condolências à família.

Ana Paula Niederauer
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.