Internacional

Rússia diz que relatório de Mueller não apresenta evidências de conluio

COMPARTILHE
14
Advertisement
Advertisement

O Kremlin afirmou nesta sexta-feira que o relatório de 400 páginas do conselheiro especial que investiga a interferência russa nas eleições americanas de 2016, Robert Mueller, não ofereceu nenhuma evidência confiável sobre um conluio naquela campanha.

Nos EUA, policiais também marcharam e se ajoelharam com manifestantes

As imagens de conflitos entre manifestantes e policiais se acumularam no fim de semana...

Manifestações nos EUA chegam ao 6º dia com confronto próximo à Casa Branca

O 6º dia de manifestações contra o racismo e a violência policial nos Estados...

EUA: Trump foi levado a bunker na Casa Branca durante protestos em Washington

Agentes do serviço secreto dos Estados Unidos levaram o presidente americano, Donald Trump, a...

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse a repórteres que “não há evidências substanciadas por quaisquer fatos” que a Rússia tenha interferido na eleição e ressaltou que Moscou rejeita as acusações. Peskov destacou que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, negou repetidas vezes as alegações de interferência “porque não havia nenhuma”.

O relatório, apresentado ontem, concluiu que não houve conluio entre a campanha de Donald Trump e as autoridades russas, mas documentou os esforços russos para interferir nas eleições presidenciais. Fonte: Associated Press.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.