Economia

Previsão para superávit comercial em 2019 cai para US$ 50,14 bi, revela Focus

COMPARTILHE
9

Os economistas do mercado financeiro alteraram a projeção para a balança comercial em 2019 na pesquisa Focus realizada pelo Banco Central, de superávit comercial de US$ 50,28 bilhões para US$ 50,14 bilhões. Um mês atrás, a previsão era de US$ 50,00 bilhões. Para 2020, a estimativa de superávit foi de US$ 46,01 bilhões para US$ 46,00 bilhões, mesmo número previsto um mês antes.

Mega-sena pode pagar prêmio de R$ 22 milhões neste sábado

/com informações Agência Brasil   A Mega-sena pode pagar hoje (20) um prêmio de R$ 22...

Com BNDES menor, pode faltar crédito para investimento

Focar o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na prestação de serviços...

Risco volta ao nível de quando país tinha selo de bom pagador

Com a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara dos Deputados...

Na estimativa mais recente do BC, o saldo positivo de 2019 ficará em US$ 40,00 bilhões. Esta projeção foi atualizada no Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de março.

No caso da conta corrente, a previsão contida no Focus para 2019 se manteve em déficit de US$ 26,00 bilhões, ante o déficit de US$ 26,50 bilhões de um mês antes. Para 2020, a projeção de rombo aumentou de US$ 36,00 bilhões para US$ 36,70 bilhões. Um mês atrás, o rombo projetado era de US$ 36,35 bilhões.

Continua depois da publicidade

O BC projeta déficit em conta de US$ 30,8 bilhões em 2019.

Para os analistas consultados semanalmente pelo BC, o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será mais do que suficiente para cobrir o resultado deficitário nos próximos anos. A mediana das previsões para o IDP em 2019 ficou em US$ 82,00 bilhões, ante US$ 81,89 bilhões na semana anterior. A projeção era de US$ 80,00 bilhões um mês atrás. Para 2020, a expectativa seguiu subiu de US$ 83,38 bilhões para US$ 84,36 bilhões, ante os US$ 82,30 bilhões de um mês antes.

Lorenna Rodrigues
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade