Segurança

Mulher fica desfigurada após ser agredida por namorado em Dores do Rio Preto

COMPARTILHE
39961
Advertisement
Advertisement

Uma vendedora, de 36 anos, foi brutalmente agredida e abandonada seminua às margens de uma rodovia de Pedra Menina, zona rural de Dores do Rio Preto, na madrugada desta segunda-feira (4). O principal suspeito é o namorado da vítima, Jonas Amaral, de 34 anos, que está foragido.

Filho de ex-prefeito de Iúna morre ao ser atropelado por moto na BR-262

Um atropelamento tirou a vida de um homem, por volta das 15h, deste sábado...

Motociclista vai parar em cima de automóvel após colisão e sai andando em seguida, em Cachoeiro; assista o vídeo

Uma câmera de segurança registrou o exato momento em que um motociclista colide na...

Oito são detidos por tráfico de drogas em localidade de Vargem Alta

A Polícia Militar prendeu oito pessoas por envolvimento com tráfico de drogas, na noite...

Jane Cherubin da Silva estava trabalhando em uma choperia em Pedra Menina junto ao companheiro, quando por volta das 3h, fechou o estabelecimento e seguia para casa, em Espera Feliz, município mineiro onde o casal reside.

Cleiton Cherobin da Silva, que é gerente do local onde Jane e o companheiro trabalhavam, teve um mau pressentimento e ligou para a irmã. Quem atendeu foi Jonas, ele contou que a mulher já estaria em casa e que os dois haviam se desentendido.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Desconfiado, Cleiton chamou outro irmão da vítima, Salvador Cherobin da Silva, e acionaram o delegado de plantão. Eles encontraram a mulher desacordada às margens da rodovia, muito ferida e com o rosto desfigurado.

“Foi chocante, achei minha irmã praticamente morta, muito ensanguentada, uma situação muito difícil”, afirmou Salvador.

Os irmãos socorreram a mulher para o Hospital de Espera Feliz, mas devido ao estado delicado de Jane, ela foi transferida para o Hospital de Carangola, onde continua internada, mas não corre risco de morrer.

De acordo com a família, Jane namorava com Jonas há cerca de um ano e meio. Ela trabalha como vendedora em uma loja de calçados em Espera Feliz e aos finais de semana ajuda o irmão no comércio no interior de Dores.

Advertisement

O agressor abandonou o veículo pouco depois de deixar a namorada às margens da pista e até o momento não foi localizado. A polícia pede que qualquer denúncia seja feita por meio do 181 e 190, não é preciso se identificar. O caso será investigado pela Delegacia Regional de Alegre.

As imagens foram autorizadas pela família da vítima  

Advertisement