Política Regional

Massacre em escola: governador do ES reforça que é a favor do desarmamento

COMPARTILHE
3776

O massacre ocorrido hoje (13) na escola de Suzano, onde dois ex-alunos invadiram o local armados e mataram sete pessoas (cinco alunos e dois funcionários), depois se suicidaram e minutos antes atiraram em um tio dos atiradores, retomou a discussão sobre a liberação do uso de armas para civis.

Evair de Melo reivindica audiências públicas no ES sobre o licenciamento ambiental no Trecho Norte da BR 101

O deputado federal Evair de Melo (PP) apresentou dois requerimentos solicitando audiências públicas em...

Falta de juiz titular, furtos e atendimento ampliado do Serviço Médico Legal são questionados durante audiência pública em Guaçuí

Moradores de Guaçuí se reuniram na noite de quarta-feira (11), na Câmara de Vereadores...

Cervejeiros sugerem emendas ao PDM de Cachoeiro

A audiência pública realizada pela Câmara de Cachoeiro para discutir o Projeto de Lei...

O governador do Espírito Santo Renato Casagrande (PSB) opinou sobre o tema e se manifestou por meio de nota reafirmando sua posição a favor do desarmamento. “Lamento esse triste incidente, que precisa ser alvo de reflexão por toda nossa sociedade sobre o futuro que precisamos construir. Escola tem que ser lugar de segurança e esperança. Defendo a diminuição da circulação de armas para evitar que ocorram tragédias como essas”, ressalta Casagrande.

O governador disse acompanhar de forma consternada a notícia da tragédia ocorrida na manhã desta quarta-feira. “Neste momento, externo o meu pesar e de todos os capixabas às famílias, parentes e amigos das vítimas”. disse.

Continua depois da publicidade