Segurança

Jogador cachoeirense morre ao ser atropelado por caminhão no Paraná

COMPARTILHE
7302

O jovem jogador de futebol de Cachoeiro de Itapemirim, Felipe Dias Estevão, 18 anos, morreu na noite deste sábado (16) atropelado por um caminhão na rodovia BR-376, entre Marialva e Mandaguari, no Paraná.

Polícia afirma que criminoso morto no Zumbi é um dos maiores assaltantes de Cachoeiro

A Polícia Civil afirmou que Tercílio Alves Filho, 21 anos, que foi morto na...

Protesto e toque de recolher no bairro Zumbi após morte em confronto entre PM e bandidos

Após a morte de um homem baleado em confronto com a Polícia Militar, na...

PM e PC deflagram operação em Marataízes e Itapemirim; um homem foi preso por homicídio

Uma “Operação Integrada” entre a Polícia Militar e a Polícia Civil, na manhã desta...

Segundo informações do portal de notícias Plantão Maringá, o jovem, que morava em alojamento localizado na zona rural de Marialva, estava de carona junto a outro amigo na carroceria de uma caminhonete, quando em um contorno na rodovia, perceberam que um caminhão que vinha sentido Maringá ia bater no automóvel em que estavam.

Assustados com a situação saltaram da caminhonete e Felipe acabou sendo atingido pelo caminhão. Socorristas e a equipe médica do Samu chegaram a ser acionados, porém o jovem não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local. O corpo de Felipe foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Maringá.

Continua depois da publicidade

Nas redes sociais amigos e professores incrédulos com a fatalidade postaram mensagens de solidariedade à família do jogador. O professor de língua portuguesa Adelmo Almeida Silva foi um dos que prestaram homenagem ao jovem.

“E quando a gente acorda em pleno domingo com uma notícia devastadora, faz o quê? Chora? Questiona Deus? Fica se perguntando o porquê? Sei lá, acho que a gente devia hibernar e acordar em 2020 pq 2019 já deu. Li recentemente sobre vc no mundialito na Bolívia, mlk. Fiquei muito feliz por te ver feliz e saber que vc estava realizando o seu sonho. O prof aqui não sabe por onde começar pra te homenagear. Então, deixo externado aqui o meu carinho, respeito e admiração por você. Vai em paz molecão, a gente ainda fica por aqui, cheios de saudades de vc! Beijos e afagos nessa alma linda, mlk!”, disse o professor.

Publicidade