Segurança

Homem que vendia dinheiro falso pela internet é preso pela PF em Cachoeiro

COMPARTILHE
1227

A Polícia Federal realizou hoje (13) a operação Big Jhow, que investiga a venda de moeda falsa pelo Facebook, Whatsapp e outras mídias sociais. Um homem, que não teve o nome divulgado pela PF,  foi detido em Cachoeiro de Itapemirim.

Polícia Ambiental intensifica fiscalização e empresas têm atividade paralisada em São José do Calçado

A Polícia Militar Ambiental está intensificando a fiscalização no município de São José do...

Homem que matou amigo por causa de empréstimo é preso por policiais civis de Castelo

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Castelo prendeu nessa terça-feira (21) E....

Morador de rua agride mulheres no Centro de Cachoeiro e acaba preso; veja vídeo

Um morador de rua acabou preso na manhã desta quarta-feira (22), no Guandu, região...

O nome da operação está relacionado ao pseudônimo que o detido utilizava nas redes sociais ao anunciar a venda de moeda falsa. Além do cumprimento de mandado de prisão preventiva, dois mandados de busca (um deles em Ponta Porã/MS) foram cumpridos. 

Reincidente

De acordo com a PF, o investigado já havia sido preso anteriormente pela prática do mesmo crime e responde sob liberdade provisória a ação penal perante a Seção Judiciária de Cachoeiro de Itapemirim.

Continua depois da publicidade

Durante as investigações que culminaram na operação de hoje, os policiais informaram que foram colhidos diversos elementos de prova indicando que, mesmo após ser solto e respondendo a ação penal, o investigado continuava praticando as vendas de moeda falsa.

Na ação foram apreendidos documentos e equipamentos de informática que serão analisados para apurar a identidade de todos que adquiriram cédulas falsas do investigado, e também para esclarecer o processo de fabricação das cédulas.

Pelo crime de comercialização de moeda falsa, o investigado poderá pegar pena de 3 a 12 anos de reclusão.

Publicidade