Economia

Aneel aprova redução de 7,4% nas tarifas da Ceron

COMPARTILHE
17

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou uma redução média de 7,4% nas tarifas da Ceron, válida a partir de 1º de abril. A distribuidora atende 641 mil unidades consumidoras em Rondônia. O grupo Energisa comprou a empresa, que pertencia à Eletrobras, em um leilão realizado pelo governo em agosto do ano passado.

Fundo credor Castlelake quer ficar com Atvos

Um dos fundos credores da Atvos, o americano Castlelake, estuda proposta para tentar salvar...

Até operadora em Angola está à venda

A estratégia da Oi é levantar entre R$ 6,5 bilhões e R$ 7,5 bilhões...

Oi prepara saída de recuperação judicial, mas continuará mais fraca do que rivais

A Oi anunciou na última terça-feira, 16, seu novo plano estratégico, considerado um passo...

A queda tem dois motivos. O primeiro é a quitação antecipada do empréstimo firmado em 2014 com um pool de bancos públicos e privados. Na época, a seca levou ao acionamento de praticamente todo o parque de termelétricas do País. Esse custo foi pago por meio de um financiamento de R$ 21 bilhões, repassado às tarifas de energia pagas pelos consumidores, de forma parcelada, até 2020. Como houve saldo suficiente para quitá-lo antes, ele será pago até setembro deste ano.

Como a Ceron já tinha passado pelo processo de reajuste tarifário, a Aneel aprovou uma revisão tarifária extraordinária, de forma a retirar o custo desse empréstimo das contas de luz dos consumidores locais. Esse fator contribuiu para uma redução de 4,19%. O segundo motivo é o diferimento de parte dos componentes financeiros da Ceron, que contribuiu com uma diminuição de 3,27%.

Continua depois da publicidade

Anne Warth
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade