Política Nacional

Em nota, OAB diz que apoia investigação do 'ataque de milícias digitais' ao STF

COMPARTILHE
9

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) expressou apoio público à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de abrir um inquérito para apurar possíveis crimes contra a honra a segurança de ministros e familiares. Para a OAB, o Supremo está sob ataque de “milícias digitais”.

Decano da Lava Jato se aposenta e dará consultoria anticorrupção para empresas

A partir desta segunda-feira, 18 de março de 2019, Carlos Fernando dos Santos Lima...

PGR pede à Caixa informações sobre dinheiro de acordo entre Petrobras e Lava Jato

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu nesta segunda-feira, 18, que a Caixa Econômica...

Alckmin: Bolsonaro precisa focar no interesse nacional e não no de outros países

O ex-governador de São Paulo e candidato do PSDB derrotado na campanha para a...

Leia a íntegra da nota abaixo:

“O Conselho Federal da OAB manifesta seu apoio à decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, de determinar a investigação das ameaças e da disseminação de notícias falsas contra os membros da Corte.

Continua depois da publicidade

Ação semelhante parece ter sido orquestrada contra a advocacia nacional, que nos últimos meses se viu alvo de notícias falsas (fake news), denunciações caluniosas e ameaças que buscam atingir a honra das advogadas e dos advogados brasileiros. A Ordem, inclusive, solicitará à Polícia Federal que investigue se esses ataques partiram das mesmas pessoas que agora investem contra o Supremo.

A apuração dos fatos é fundamental para o esclarecimento dos ataques e para a possível punição dos responsáveis por essas verdadeiras milícias digitais, que minam os pilares de nossa sociedade.

Como destacou o próprio ministro Dias Toffoli, não existe democracia sem um Judiciário forte e independente e sem uma imprensa livre.”

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade