Segurança

Idoso que matou cachorros do vizinho a tiros é preso no ES

COMPARTILHE
Divulgação PC
1155

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Itaguaçu, com apoio da DP de Itarana e da Polícia Militar, prendeu em flagrante I.A.B., de 64 anos, por posse ilegal de arma de fogo. Com o suspeito foi apreendida uma espingarda calibre 20, que teria sido utilizada para matar os cães do vizinho. A prisão do detido ocorreu na terça-feira (5), no distrito de Lajinha, em Itaguaçu.

Rio de Janeiro registra queda de 34% em latrocínios

Dados  do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro apontam que houve...

PM e PC prendem bandido da moto vermelha que aterrorizava moradores de Castelo

Uma operação integrada entre a Polícia Militar e a Polícia Civil nesta segunda-feira (22)...

Mãe e filha ficam feridas em atropelamento na Linha Vermelha em Cachoeiro

Uma mulher e uma criança ficaram feridas na manhã desta segunda-feira (22) após serem...

Segundo o responsável interino pelas DPs, delegado Fabrício Lucindo, a ação policial foi deflagrada após o recebimento de uma denúncia. “Chegou-nos a informação de que um homem teria efetuado disparos de arma de fogo pela região. Por isso, uma equipe policial foi encaminhada ao local para apurar a denúncia. Chegando lá, eles abordaram o suspeito, que nos guiou pela sua residência e confessou ter atirado com sua espingarda no dia anterior”, explicou Lucindo.

O delegado também informou que, durante a abordagem, I.A.B. entregou sua arma de fogo aos policiais. “Apesar de a espingarda ter a numeração intacta, o detido não possuía registro para tê-la. Além disso, durante as investigações, nós descobrimos que a arma teria sido utilizada para matar os cachorros do vizinho. De acordo com o suspeito, o crime foi motivado em razão dos cães estarem matando e comendo as criações da sua propriedade”, contou.

Continua depois da publicidade

I.A.B. foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e também será indiciado pelo crime de maus tratos contra animais domésticos. O suspeito foi liberado após pagamento de fiança e irá responder criminalmente em liberdade.

Publicidade