Espírito Santo

ES é destaque nacional em índices de atividades turísticas e empregos do turismo

COMPARTILHE
Crédito Cacá Lima
451

O Índice de Atividades Turísticas (IATUR) no Espírito Santo apresentou crescimento de 7% no acumulado do ano de 2018 em relação a 2017 e foi destaque nacional no setor superando destinos consolidados como Ceará e São Paulo. Outra boa notícia tem sido a recuperação, mesmo que gradual, dos empregos das atividades prestadoras de serviços turísticos que nos últimos 12 meses originou aproximadamente mil postos de trabalhos formais.

Governador defende redução da burocracia para estimular a geração de empregos e renda

O governador do Estado, Renato Casagrande, participou, na manhã desta segunda-feira (20), do seminário...

Detran|ES divulga os selecionados da 1ª etapa de inscrições do CNH Social 2019

Já está publicada no site do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES)...

Governador Casagrande fala sobre a situação das chuvas no ES

O governador do Estado, Renato Casagrande, falou por meio de vídeo, sobre caos causado...

Os dados são da Pesquisa da Empregabilidade no Turismo, realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), com análise da Câmara Empresarial de Turismo (CETES) da Fecomércio-ES.

Diferente do setor de serviços em geral que teve um decréscimo no acumulado do ano, o Turismo iniciou de uma retomada das perdas do passado e apresentou crescimento, fruto de um ambiente um pouco mais favorável o que beneficia os gastos com viagens.

Continua depois da publicidade

O presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, considera o ano de 2018 foi desafiador. Para ele, os números positivos do mercado de trabalho encorajaram as pessoas a consumirem e consequentemente os empresários também se mostram mais otimistas para investir. “Os números positivos do Turismo garantem sua característica de propulsor de desenvolvimento diante de um ano de incertezas. Para o próximo ano, no estado capixaba, a tendência é de crescimento tendo em vista esse cenário mais otimista”, conta.

No entanto, algumas questões sobre infraestrutura como a duplicação de estradas federais, a internacionalização do aeroporto e a promoção e a divulgação do Estado precisam ser debatidas e trabalhadas. 

O índice das atividades turísticas fechou o ano de 2018 com um aumento de 7,0% no acumulado do ano frente a 2017, sendo destaque nacional no crescimento do setor. Seguido de Ceará, São Paulo e Pernambuco. Já os estados do Paraná, Rio de Janeiro e Bahia acumularam no ano índices decrescentes e tiveram as maiores perdas.

 Empregos

Com o resultado de dezembro, o ano acumulou um saldo líquido positivo entre admissões e demissões de 709 postos de trabalho formais. Ao final de 2018, um total de 58.538 pessoas estavam empregadas formalmente no turismo capixaba, com destaque para alimentação fora do lar, com cerca de 30 mil postos de trabalho; seguido por transportes rodoviários com aproximadamente 19 mil vagas formais.

Nota Técnica

O Índice de Atividades Turísticas (IATUR) permite o acompanhamento sistemático das atividades turísticas, atendendo à demanda por indicadores deste segmento, constituindo-se um grupo à parte do conjunto de atividades pesquisado na Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE. Os dados poderão sofrer alterações e atualizações na próxima divulgação. A análise dos dados do Espírito Santo é realizada pelas Assessorias Econômica e da Câmara Empresarial de Turismo (CETES) da Fecomércio-ES.

O estudo Empregabilidade no Turismo é realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em âmbito nacional e disponibilizado às federações para a elaboração das análises estaduais. Ele utiliza a massa dos dados do emprego formal divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged-MTE) em 67 classes e subclasses (CNAE) dos grupos das atividades econômicas ligadas ao setor. A análise dos dados do Espírito Santo é realizada pelas Assessorias Econômica e de Turismo da Fecomércio-ES.

Publicidade