Política Nacional

Bebianno se irrita com não publicação de vídeo nas redes sociais

COMPARTILHE
27

A demora para que o vídeo em que o presidente Jair Bolsonaro faz elogios ao ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência seja colocado nas redes sociais irritou ainda mais Gustavo Bebianno nesta segunda-feira, 18, em que ele foi exonerado do governo, segundo uma fonte.

Procuradoria diz ao TRF-2 que Pezão deve continuar preso

O Ministério Público Federal manifestou ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) que...

Prisão não tem fundamento, afirma advogado de Beto Richa

O advogado Guilherme Brenner Lucchesi, que defende Beto Richa, manifestou-se sobre a prisão do...

Davi Alcolumbre diz que CPI da lava toga 'não vai fazer bem para o Brasil'

Em meio à possibilidade de senadores protocolarem pedido de abertura da CPI da Lava...

A divulgação do vídeo nas redes sociais, preferidas por boa parte dos eleitores de Bolsonaro, fazia parte do acordo fechado entre o presidente e o ex-ministro. Era uma questão de honra para Bebianno, que foi chamado de mentiroso pelo filho do presidente, o vereador no Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC).

Até o início da madrugada desta terça-feira, 19, no entanto, o vídeo só tinha sido compartilhado por meio de aplicativos de mensagens.

Continua depois da publicidade

Bebianno deve ficar em Brasília nos próximos dias. A um interlocutor, o ex-ministro teria dito que teme por sua segurança. Ele continua recebendo ameaças pelo WhatsApp e disse que já identificou algumas pessoas.

Nesta terça, ele deve se encontrar com o presidente do PSL, o deputado Luciano Bivar (PE).

Camila Turtelli
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade