Política Nacional

"É uma pessoa da extrema confiança do presidente", diz Olímpio sobre Bebianno

COMPARTILHE
6

O senador Major Olímpio (PSL-SP) afirmou na noite de quarta-feira, 13, que o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, é uma “pessoa de extrema confiança” do presidente Jair Bolsonaro. O parlamentar disse, no entanto, que caso as denúncias contra Bebianno tiverem procedência, não será possível sua permanência no “time”.

PF deflagra Operação Ad Infinitum, 60ª fase da Lava Jato

A Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Receita abriram nesta terça-feira, 19,...

MP marca depoimentos em caso que envolve ministro do Turismo

O Ministério Público em Minas Gerais expediu nesta segunda-feira, 18, intimações para ouvir, a...

Raquel pede para 'baixar' apuração de caixa 2 de Lorenzoni

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal que encaminhe ao...

Olímpio, uma das principais lideranças do PSL, falou durante evento de posse da nova diretoria do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal, o Sindifisco, em Brasília.

“Se procederem as acusações, não dá para continuar no time de confiança dele. Não posso fazer uma ilação. É uma pessoa da extrema confiança do presidente. Eu como presidente do PSL em São Paulo não tenho nenhum senão a fazer, pelo contrário”, afirmou Olímpio.

Continua depois da publicidade

O ministro Bebianno é alvo de denúncias desde que reportagem da Folha de S.Paulo apontou suposta candidata laranja do PSL nas eleições de 2018. Na época, Bebianno presidia o partido e teria sido o responsável pelo segundo maior repasse nacional do PSL à candidata, poucos dias antes da eleição.

Em entrevista à RecordTV, Bolsonaro disse que determinou à Polícia Federal e ao ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, a abertura de um inquérito para apurar acusações de que o PSL teria financiado candidaturas laranjas.

O presidente ainda disse que, caso seja comprovado que Bebianno esteve envolvido no suposto esquema do partido na última eleição, o destino do ministro será “voltar às suas origens”.

Fábio Serapião
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade