Variedades

Nuno Mindelis lança disco no Bourbon

COMPARTILHE
3

Nuno Mindelis, o maior guitarrista de blues em atividade no Brasil, se apresenta nesta quarta-feira, 13, no Bourbon Street, para lançar um disco gravado ao vivo na Polônia, em julho de 2018. Live At The Suwalki Festival Poland traz oito faixas que reforçam a fluência de Mindelis em um fraseado ágil, limpo e vigoroso. No mesmo festival estiveram Eric Burdon (The Animals), Billy Gibbons (ZZ Top) e Mavis Staples (Staple Singers).

Após separação, José Loreto nega traição a Débora Nascimento

O ator José Loreto negou, por meio de sua assessoria, uma suposta traição que...

Confira os filmes premiados na 69ª edição do Festival de Berlim

A 69ª edição do Festival de Berlim, que ocorre entre 7 e 17 de...

'Que isso não seja notícia daqui a um tempo', diz Maju sobre ser 1ª negra no 'JN'

Em entrevista ao Gshow, a jornalista Maju Coutinho falou sobre o fato de ser...

O shuffle instrumental Texas Bound reaparece. Ela vem do disco de mesmo nome, de 1996, quando foi gravada com a Double Trouble, de Stevie Ray Vaughan. O baterista Dhieego Andrade faz a levada de um shuffle um pouco mais reta e sem o mesmo suingue de caixa dos gringos. Por outro lado, a ideia de traficar um pouco de Brasil para os poloneses pelo blues funciona bem nas mãos de Dhieego. They Call Me The Beast, do mesmo Texas Bound, faz uso da Bo Diddley beat criada pelo bluesman Bo Diddley nos anos 1950, encaixa-se com as referências brasileiras da “african brazilian drums”, como apresenta Mindelis. Ela se junta depois aos temas A Rã, de João Donato, um trânsito pelo instrumental brasileiro de Mindelis, e a Looking Good. Há prefixos com levadas de enredo na bateria e divisão de samba do guitarrista antes de Donato.

Mindelis faz um tema, pela primeira vez, no dialeto angolano kimbundu. Ele nasceu em Angola há 61 anos e partiu com a família para o Brasil logo cedo, mas nunca havia cantado um blues assim. Blues e África estão ligados com mais força do que a história conta. Não exatamente em Angola, mas alguns países acima, na região do Mali, griots já haviam definido a escala pentatônica e muitos dos padrões que seriam usados pelos escravos nos Estados Unidos a partir do fim do século 19. O kimbundu volta em Nbiri Nbiri, unida a um tributo a BB King e, ao fim, uma brasileirice irresistível com Mas Que Nada, de Jorge Ben.

Continua depois da publicidade

Nuno Mindelis

Live At The Suwalki Festival Bourbon Street. Quarta (13), às 21h30. Rua Dos Chanés, 127. Couvert: R$ 50

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Julio Maria
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade