Economia

Campus Party Brasil começa sua 12ª edição com problemas técnicos

COMPARTILHE
15

Às 19h20 as luzes dos 14 mil m² do galpão principal da Expo Center Norte, em São Paulo, foram desligadas. Ao fundo, centenas de campuseiros, nomes dados aos frequentadores da Campus Party Brasil, comemoravam aos gritos: era o início oficial da 12ª edição do principal evento de ciência, tecnologia e internet do País.

Câmara rejeita MP que destina R$ 3,5 bi à Eletrobras

Depois de mais de quatro horas de deliberação, o plenário da Câmara rejeitou a...

Caixa: recálculo da prestação de contratos imobiliários pelo IPCA será mensal

O vice-presidente da Habitação da Caixa Econômica Federal, Jair Mahl, esclareceu que o...

MRV: Nova modalidade de crédito imobiliário da Caixa beneficia diversificação

Em comunicado ao mercado, a MRV afirma que a nova modalidade de crédito apresentada...

Na tela por trás do palco principal, um vídeo com imagens intergaláticas e com frases de motivação eram projetadas. A abertura, considerada o ponto alto do início das atividades, no entanto, falhou. Foram necessários dez minutos, muitas tentativas e um pedido de desculpas da organização para as iluminação do galpão voltar a ser ligada. “Admitimos a nossa falha, mas gostaríamos que vocês vissem a abertura, porque é uma das novidades desta edição”, disse Tonico Novaes, diretor do evento.

Às 19h30, meia hora depois do horário previsto inicialmente, um novo apagão. Ao contrário das outras tentativas, dessa vez, o vídeo finalmente foi concluído. O atraso da surpresa, porém, não desanimou os campuseiros que se mantiveram em pé, aplaudindo a novidade. A empolgação só começou a diminuir quando os organizadores abriram espaço para a fala de patrocinadores.

Continua depois da publicidade

Atrações

No palco, Francesco Farrugia, presidente do Instituto Campus Party, destacava um dos principais destaques do evento, a participação do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, previsto para palestrar na Campus Party na próxima sexta-feira. “Esse ano teremos, uma participação ilustre de um ex-campuseiro que virou ministro”, disse, fazendo referência à participação de Marcos Pontes em edições anteriores.

Além do ministro, Ivair Gontijo, físico brasileiro que trabalhou em um projeto da Nasa para Marte, é uma das atrações principais da abertura do evento. O primeiro dia conta ainda com a palestra de Marcos Palhares, um dos brasileiros que já garantiram seu ingresso para viajar ao espaço pela empresa espacial comercial Virgin Galactic, criada pelo bilionário Richard Branson.

Em frente aos palcos, 12 mil pessoas vão poder participar do evento, que ainda conta com uma área aberta e gratuita. Dentre eles, 8 mil optaram por acampar na Expo Center Norte até o próximo domingo, quando acabará esta edição da Campus Party Brasil.

Mariana Lima
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade